Encontre o amor através do gosto musical | @oEduardoMoreira Press "Enter" to skip to content
Início » Internet » Encontre o amor através do gosto musical

Encontre o amor através do gosto musical

Compartilhe

Eu sempre disse de brincadeira que “me casaria comigo mesmo por causa da trilha sonora da minha vida“. Mas nunca imaginei que alguém iria pegar essa ideia e transformá-la em um algoritmo para encontrar o par ideal.

Se bem que, se parar para pensar, praticamente tudo está virando um algoritmo.

Então tá. O Vihan Patel parece que leu algumas das minhas mensagens que eu mandei para algumas pessoas no WhatsApp, o que me dá um pouco de medo. E no lugar de denunciar alguns dos meus piores crimes para meus amigos, decidiu criar o POM, um aplicativo que namoro que aproxima as pessoas com base no gosto musical de cada uma delas.

 

 

 

O amor a uma canção de distância

 

Música pode aproximar as pessoas, e todo mundo sabe disso. E assim como acontece com bandas de rock, grupos de canto coral e boy bands fuleiras da Flórida, você também pode conhecer o amor da sua vida através das afinidades musicais.

Bom, pelo menos o POM acredita nisso, e baseia a sua mecânica de aproximação de pessoas na análise das playlists musicais que seus usuários possuem em plataformas populares como Spotify e Apple Music.

Logo, se música é algo fundamental na sua vida (assim como é para a minha), as afinidades neste campo pode ser o ponto de partida para um bom relacionamento. Ou pelo menos é o primeiro passo para que duas almas completamente diferentes em todos os demais aspectos se suportem pelo resto da vida, já que certamente vão ao mesmo show.

Para o criador do POM, aplicativos de namoro convencionais como o Tinder são muito superficiais (e ele tem uma boa dose de razão ao afirmar isso), focando completamente no aspecto físico e deixando de lado fatores mais pessoais e introspectivos como, por exemplo, o gosto comum de duas pessoas gostarem dos Barões da Pisadinha.

E, apesar de usar um exemplo totalmente baseado no bullying, eu concordo com a premissa do aplicativo. O gosto musical mostra uma profunda camada da personalidade do indivíduo, e é mais fácil entrar em sintonia com aquela pessoa por essa afinidade do que fazendo a pergunta proibida do momento: “em quem você vai votar para presidente em 2022?”.

 

 

 

Um mercado em expansão

 

Tem muita gente solitária neste mundo querendo encontrar alguém para ser o seu cobertor de orelha ou dormir de conchinha pelado durante o verão. Por causa disso, aplicativos de encontros dos mais diversos estão aparecendo todos os dias.

O Muzmatch, por exemplo, é voltado para os muçulmanos, um grupo de pessoas muito específico. Já o Positive Plus One é especializado em unir pessoas que são soropositivas, ou que contam com o vírus do HIV. E, parando para pensar, esse segundo grupo é ainda mais complexo para se relacionar afetivamente.

O POM expande esse leque de possibilidades para estabelecer um relacionamento amoroso, mas alcançando um aspecto do ser humano que é importante para muita gente. Bom, particularmente, eu apoio a iniciativa do aplicativo.

Já pensou? Você encontrando alguém para finalmente dançar sem qualquer tipo de reprovação ou vergonha toda a discografia do Molejão?

Seria o sonho de muita gente se materializando.


Compartilhe