Os notebooks ThinkPad X60 e X61 são máquinas quase lendárias, reverenciadas e amadas por usuários que as utilizaram (ou ainda utilizam) com paixão. Esse design foi abandonado pelo fabricante, mas o grupo de usuários chineses 51nb decidiu atualizar esses portáteis. O negócio deu tão certo, que o fascínio se tornou um negócio lucrativo.

O grupo transforma os velhos notebooks em modelos atualizados, com telas melhores, processadores mais potentes, mais RAM e melhor conectividade.

 

 

Quando os ThinkPad eram outros ThinkPad

 

 

Muitos de vocês conhecem os míticos notebooks ThinkPad originais da IBM. Sólidos, confiáveis como poucos e com a célebre trackpoint acompanhando teclados muito apreciados pelos seus proprietários.

 

 

Quando a Lenovo comprou a divisão ThinkPad da IBM, não tinha planos de abandoná-la, mas adotou mudanças significativas. Sua tela passou para o formato 16:9 no lugar do 4:3, os teclados adotaram o formato ilha e a sétima fila de teclas desapareceu.

A Lenovo chegou a lançar o ThinkPad Anniversary Edition 25 no final de 2017, baseado no T470 (que tem a sétima fila de teclas), mas com melhorias internas importantes. Seu preço de US$ 1.899 era elevado, mas ao menos atendia a demanda dos fãs.

O último ThinkPad com tela 4:3 foi o X61, lançado em 2007. Seus componentes internos obviamente estão desatualizados (12 anos é uma eternidade no mundo da tecnologia), especialmente o seu processador Core 2 Duo.

 

 

Velho por fora, novo por dentro

 

 

E foi aqui que o time da 51nb entrou em ação. Em 2015, eles começaram a trabalhar em uma placa-mãe modificada para o X61, integrando componentes modernos e compatíveis para o chassi do velho ThinkPad, que foi batizado como X62.

O ThinkPad X62 recebeu as seguintes especificações:

– Tela IPS com resolução de 1.400 x 1050 pixels
– Processador Intel Core i7-5500U
– Placa-mãe com suporte para até 32 GB de RAM, unidades SSD mSATA, mini HDMI, mini DP e portas USB 3.0.

As novidades resultaram no desaparecimento da saída VGA, do dock e do slot Cardbus, e quem adquirir o novo modelo terá que enfrentar pequenos conflitos com a qualidade de áudio e o funcionamento dos ventiladores.

 

 

O aspecto da tela do novo modelo ficou no formato 3:2, um intermediário entre o 4:3 original e o 16:9 dos últimos modelos. Mesmo assim, o grupo conseguiu dar uma nova vida ao velho ThinkPad, e isso atraiu muitos usuários nostálgicos.

Entre os modelos modificados, estão os ThinkPad X220 e X230, agora convertidos para os X320 e X330, recebendo telas Infinity Display do Dell XPS 13. Os últimos modelos que entraram no catálogo de modificados são os ThinkPad X210 e T70, que vem dos míticos X201 e T60. Recentemente o grupo lançou uma versão ainda mais moderna do X61, que se chama X63.

 

 

Na página do 51nb do Facebook, é possível encontrar notícias e informações sobre os modelos modificados e o seu estágio de desenvolvimento. Não há uma loja online tradicional para a compra, de modo que os interessados em adquirir um produto deles deve entrar em contato pelo e-mail lcdfans@qq.com.

 

 

O velho volta a ser novo

 

 

Os pedidos são atendidos com lentidão, e a página do Facebook revela nos comentários dos usuários que o processo de compra desses modelos é mais complicado que o desejado. Você pode comprar o notebook já construído ou comprar os componentes necessários para realizar a modificação.

Essa experiência é um claro exemplo que, ainda que não seja perfeito, o ThinkPad mantém o seu encanto, e está se adaptando aos novos tempos. Uma ideia fantástica que pode resultar em outras iniciativas similares.