Estão usando excrementos de animais para minerar Bitcoin | @oEduardoMoreira Press "Enter" to skip to content
Início » Tecnologia » Estão usando excrementos de animais para minerar Bitcoin

Estão usando excrementos de animais para minerar Bitcoin

Compartilhe

Sei que sou responsável por compartilhar conteúdos sérios e relevantes com os meus leitores, mas quando combinam os termos ‘excrementos’ e ‘Bitcoin‘, logo penso se algum presidente de um enorme país da América do Sul decidiu apostar nas criptomoedas.

É cedo para fazer essa piada?

De qualquer forma, a empresa espanhola Green Data Chain está aproveitando os excrementos de uma granja de animais para produzir Bitcoin.

E, antes que você pensa que essa família está em Brasília, quero informar que o objetivo aqui é sério, já que a empresa em questão quer reduzir o impacto ambiental na mineração de criptomoedas.

Cara… você só pensa em política! Relaxa!

 

 

 

Como tudo funciona

Pelo menos 16 computadores estão trabalhando dia e noite com a energia gerada pelo biogás dos excrementos produzidos por cerdos e vacas. E a empresa afirma que pode gerar uma boa quantidade de Bitcoin por mês.

E você que dizia que bosta não dava dinheiro… como você falhou na vida, não é mesmo?

Não dá para dizer que o método não é ecologicamente sustentável. Na prática, ele é DUPLAMENTE SUSTENTÁVEL, pois por um lado eles retiram os excrementos que os animais deixam na granja (porque estes são elementos contaminantes para a natureza) e depois transformam isso em energia limpa para ganhar dinheiro minerando Bitcoin.

Um dos maiores problemas da prática de mineração de criptomoedas está no enorme gasto de energia com esta atividade. E não é de hoje que empresas de diferentes portes estão explorando soluções alternativas e sustentáveis para manter essa fonte de renda funcionando.

De acordo com a Green Data Chain:

“O consumo é linear: sabendo a potência que tem uma máquina (de mineração de Bitcoin) é possível saber o consumo de energia que teremos durante um mês ou um ano. (…) O fato de nós mesmos gerarmos a nossa própria energia de um resíduo que resultava em um problema é uma virtude, além de permitir entender como é possível olhar para uma Espanha de forma sustentável no futuro.”

Cada Bitcoin gerado por eles é o equivalente a plantar 565 árvores. Por outro lado, o simples fato de obter a energia a partir do excremento de animais ajudou a reduzir a quantidade de CO2 emitido na atmosfera, o que por sua vez ajuda a descarbonizar o planeta.

 

 

 

Bosta dá dinheiro e salva o planeta

No final das contas, estamos diante de uma solução onde todos ganham de forma efetiva. É até surpreendente que essa ideia não veio do Bill Gates, pois isso é a cara dele.

E eu não estou querendo dizer aqui que Bill Gates tem cara de bosta. O que quero dizer é que uma ideia como essa normalmente viria da mente dele. Que também não é feita de bosta… bom, você entendeu onde eu quero chegar.

Quando que teremos o primeiro computador minerador de bitcoin movido a excrementos animais aqui no Brasil? Eu não faço a menor ideia.

Porém, dá para dizer que está bem fácil encontrar a produção de matéria prima para essa energia em nosso país. Afinal de contas, não falta material para produção de energia lá em Brasília.

E… sim… eu falei de política no parágrafo anterior.


Compartilhe
@oEduardoMoreira