Compartilhe

AntiOldSpide

Crianças, acreditem em mim. Esse post NÃO é patrocinado pela Old Spice. Mas se eles quiserem me dar uma forcinha, são bem vindos. E mesmo que fosse patrocinado, eu estaria falando de um produto que usei e aprovei. Aliás, esse post (não patrocinado) serve justamente para recomendar o antitranspirante da Old Spice.

Na minha última compra do mês, eu decidi apostar nesse produto. Não só por causa do Terry Crews (que é um excelente garoto propaganda para o slogan ‘cheire como um homem’, mesmo sem saber como ele cheira… vocês entenderam…), mas porque estava curioso para saber se ele era capaz de manter o seu perfume por 48 horas. E os resultados foram bem interessantes, para dizer o mínimo.

Eu antes usava um creme antitranspirante qualquer, sem cheiro, e até incômodo de ser transportado. Você coloca aquele pote na mochila e, do nada, ele abre, se misturando com outras coisas que você guardou lá dentro. Para quem viaja, isso é uma m*rda, ou quase isso.

Como o Old Spice é em aerossol, isso não é mais um problema. E na parte que realmente interessa – a ação no corpo -, os resultados me agradaram e muito.

Além de me acharem mais cheiroso (e essa é a ideia do produto), o Old Spice não me deixou com aquele desagradável odor de anão morto debaixo do braço pelas tais 48 horas prometidas. Era o mínimo que eu esperava do produto, e nesse ponto, eu estou satisfeito.

Das quatro opções, decidi experimentar o Fresh. Quero ver se consigo testar os outros três perfumes (não prometo review disso, pois a ideia não é bem essa), mas para aqueles geeks que estão preocupados em usar um antitranspirante que cumpre o que promete, e ainda agrada quem está por perto por conta do seu perfume, o Old Spice é uma boa pedida.

E olha que eu usava uma pastinha qualquer debaixo do braço…


Compartilhe