Pelo segundo dia consecutivo, o Facebook viu as suas ações na Bolsa de Valores caindo.

É a Torre de Londres de Mark Zuckerberg que está caindo, ou pelo menos balançando.

Os dados dos 50 milhões de usuários da rede social já custaram ao Facebook mais de US$ 40 bilhões nos valores da empresa. E esse número será maior depois de hoje.

A fala de Mark Zuckerberg (que em nenhum momento pede “desculpas” ou “perdão” pelo ocorrido, dando a entender que é “vítima” e não responsável pelo escândalo) não surtiram efeito para apagar o incêndio de forma imediata.

A a pior parte disso tudo é que os usuários estão realmente dispostos a abandonar a rede social por conta do ocorrido.

Não acho que esse será o fim do Facebook, mas também é fato que a imagem da rede social foi seriamente arranhada com esse incidente.

Resta saber quando a sangria na Bolsa de Valores será estancada. Pode demorar um pouco.

Será que os investidores do Facebook terão paciência para esperar a poeira baixar?

Leia também:  Rinoceronte procura parceira no Tinder. Entenda o motivo