Início » Minha Opinião » Família Galaxy S21 chega “mais leve” do que nunca

Família Galaxy S21 chega “mais leve” do que nunca

Compartilhe

A Apple mais uma vez faz escola (de novo, para desaprender) e, tal e como já era especulado, toda a família de produtos Samsung Galaxy S21 não vem com carregador, slot para cartões microSD e fones de ouvido.

Tristeza isso…

Os fabricante de tecnologia viraram um bando de “maria-vai-com-as-outras”, forçando tendências de mercado que prejudicam o consumidor e beneficiam os bolsos dos executivos. E a desculpa é “eles também fazem isso”.

Uma tendência nefasta, convenhamos.

 

 

 

Não adianta zoar a Apple, dona Samsung…

 

 

A desculpa formal para a família Samsung Galaxy S21 chegar ao mundo sem acessórios é a mesma esfarrapada dada pela Apple: a redução dos resíduos, maior sustentabilidade do meio ambiente e aposta em aumentar a vida útil dos dispositivos.

De fato, os novos modelos Samsung Galaxy S21 chegaram menos caros em relação aos seus equivalentes lançados no ano passado:

 

  • Samsung Galaxy S21: $799
  • Samsung Galaxy S21+: $999
  • Samsung Galaxy S21 Ultra: $1.199

 

Não é uma redução de preço que justifica um “oh, meu Deus, a Samsung foi legal comigo E com o meio ambiente”. Mas é melhor do que a Apple fez com o iPhone 12, que custa o mesmo que o iPhone 11 e sem carregador na caixa.

Sobre a saída do slot microSD, não chega a ser tão grave ou surpreendente, apesar de ser estranho, uma vez que os novos dispositivos Samsung Galaxy S21 gravam vídeos em 4K e 8K, e isso demanda mais espaço de armazenamento do dispositivo… que uma hora pode se esgotar.

Ou seja… adiantou criticar a Apple por causa disso, dona Samsung?

 

 

 

Smartphones “premium” deveriam incluir tudo no kit de venda

 

 

Porque você paga caro por um telefone, e merece receber tudo o que tem direito.

Dá para entender essa redução no kit de venda nos dispositivos de linha média, mas em um modelo premium que, por aqui, pode custar R$ 10 mil com facilidade? Isso não é certo. Nem justo. Nem honesto.

A última remoção da Samsung no kit de venda dos seus caros smartphones premium foi do fone de ouvido que, no caso dos modelos premium, era de alta qualidade, com assinatura da Harman Kardon, dona da AKG.

Aqui, temos uma grande perda de valor agregado, pois era um importante diferencial dentro dos produtos premium da marca. E, no caso do carregador, pelo histórico da Samsung (que teve smartphone explodindo), não é uma boa ideia arriscar deixar os usuários escolherem qualquer carregador com o seu caro smartphone.

Como complicador final, o cabo incluído nos modelos da família Samsung Galaxy S21 é USB C nas duas pontas, e isso vai exigir que muitos usuários acabem investindo em um carregador novo, pois esse é um padrão relativamente recente.

Não ter o conector para fones de ouvido de 3.5 mm, deixar de fora o rádio FM, não ter manual de instruções impresso na caixa são perdas menores e esperadas. Por outro lado, não ter um case protetor no kit quando qualquer Xiaomi que preste tem é sinal de muquiranice da Samsung.

No final das contas, a Apple faz escola ao contrário. Tim Cook é o culpado de tudo isso (pra variar). Um desserviço que a Samsung está abraçando apenas em nome de maiores margens de lucro.

E quem sai perdendo é o consumidor. Para variar.

 


Compartilhe