Compartilhe

Eu vou tentar consertar você.

Olha pra mim.

Eu sei… está doendo em você. Dói em mim também.

Pode chorar. Chore bastante, que vai te fazer bem. Vou sofrer por ver você em desespero, mas compreendo que você precisa passar por isso. Precisa desse momento para aliviar suas dores internas. Essas dores te impedem de me ouvir.

Mas vou falar. Assim mesmo. Vou me controlar para não chorar junto com você.

Eu quero te ajudar a sair desse estado. Eu posso ajudar você, se você me ouvir.

Eu sei o que você sente. Eu já passei por isso, algumas vezes. O gosto amargo da derrota. A dor da decepção. O vazio de estar sozinho. Sei o que é tentar e não conseguir. Sei o que é lutar e ser derrotado. Já caí tantas vezes que meu corpo está cheio de cicatrizes. E eu me orgulho de cada uma dessas marcas deixadas pelo tempo, pois são sinais que tive uma vida intensa. Sinais claros que lutei, e sigo lutando.

E você não vai parar de lutar. Não importa o que vai acontecer. Não terá mais medo de sofrer ou de se ferir. Vai seguir lutando.

Porque uma coisa é certa: isso que te aconteceu… vai voltar a acontecer, de tempos em tempos. É inevitável.

De tempos em tempos, tudo isso vai se repetir. Você vai ter que se levantar, respirar fundo, olhar para frente, e seguir lutando. E a vida vai te bater com mais força. Mas você não vai desanimar. Não vai desistir.

Chore. Pode chorar. Aqui está o meu ombro para você desabafar. Não precisa enfrentar isso em uma jornada solitária.

Suas lágrimas estão encharcando meu ombro. Tudo bem. Elas vão secar um dia.

Acredite em mim. Uma hora, essa dor que você sente vai passar. Pode levar meses, anos… mas ela passa. É como uma doença que precisa ser medicada com cuidado. E o melhor remédio para isso é o tempo.

O tempo cura tudo.

Antes eu não acreditava nisso. Logo eu, que sempre corri contra o tempo, descobri a duras penas que dar tempo ao tempo é dar tempo para você mesmo. É se permitir deixar que o que está doente dentro da nossa mente e do nosso coração saia, para dar a chance de se reinventar e prosperar.

Dar tempo ao tempo é dar uma chance de você perdoar a você mesmo.

Se perdoe. No seu tempo. Mas, de preferência, o mais depressa possível.

Quanto mais rápido você se perdoar, melhor.

Eu quero te abraçar! Me deixa te abraçar!

Você vai se sentir melhor depois desse abraço.

Não posso prometer colar os pedaços que estão quebrados dentro de você, mas posso pelo menos aquecer os seus ossos. Eu sei que você sente dor nesse momento. Algo que dói nos seus ossos. Não apenas por causa do frio, mas pela frustração, mágoa e decepção que sente.

O frio emocional quando constatamos que estamos sozinhos em um mundo cercado de gente. Quando ouvimos o não de familiares, quando somos dispensados por quem amamos. Isso tudo faz com que a temperatura de nossa alma comece a cair perigosamente.

Eu quero evitar isso. Por isso também estou te abraçando.

Te abraço para aquecer sua alma. Te abraço porque um abraço é a morada dos corações partidos e das almas cheias de amor. No abraço, dois corações se encontram, e passam a bater de forma sincronizada. É no abraço que almas fraternas se encontram. Onde encontros e despedidas acontecem. Onde duas pessoas prometem ficar juntas no caminho, independente do quão difícil será esse caminhar.

E eu te prometo… você sempre terá os meus abraços.

Você sempre terá a mim.

Olhe para mim, por favor!

Eu vejo suas lágrimas correrem pelo seu gosto. Sei que são insignificantes diante de toda a mágoa que corre dentro de você, como um rio furioso tentando destruir tudo o que você tem de bom.

Jamais deixe isso acontecer com você!

Não importa o quanto te machuquem. Não importa as marcas que deixaram em você. Não importa a dor que você vai sentir… jamais deixe que aquilo que existe de bom dentro de você simplesmente desapareça. Não deixe que seus valores mudem. Não deixe que sua bondade desapareça.

Não deixe de olhar com amor para tudo e todos.

Eu quero enxugar suas lágrimas. Quero fazer com que você se sinta melhor.

Quero que você também me perdoe pelos erros que cometi com você. Sei que você está sofrendo também por coisas que fiz em momento de insensatez. Sinto que você está comigo porque me perdoou e confia em mim. Mesmo assim, queria te pedir perdão, e te dar a certeza que nunca vou abandonar você. Que sempre pode contar com minha palavra amiga, com o meu ombro para chorar, com meus braços para te abraçar…

…com minha humanidade para tentar te curar.

Eu já te sinto melhor. Ao menos se acalmou.

Seus olhos vão ficar vermelhos por algum tempo. Isso é normal. Amanhã ainda ficarão inchados. Depois de amanhã você terá olheiras. Mas no terceiro dia, você vai se sentir completamente melhor.

Eu espero que você possa voltar para casa com segurança. Não posso te acompanhar até lá, porque essa jornada é sua.

Ao longo do caminho, reflita sobre tudo o que conversamos. Observem as luzes dos postes mostrando o caminho que você vai percorrer, e tente identificar outras luzes por onde você passar, com as pessoas com quem vai conversar, e nos projetos que você vai concretizar. Saber reconhecer a luz que indica o caminho a seguir é fundamental para prosperar e crescer.

Confie em você. Tudo o que aconteceu foram lições. Não deixe de ter fé em você e fé no futuro.

Fique bem. Conte sempre comigo.

Eu preciso ver você feliz para ser um pouco mais feliz também.

E, se algum dia a dor te ameaçar, sentir vontade de chorar… e precisar de mim…

Me chama. Eu vou até você.

Para novamente tentar consertar você.





“Fix You”
(Guy Berryman, Jonny Buckland, Will Champion, Chris Martin)
Coldplay, 2005


Compartilhe