Início » Software » Google Android for Feature Phones realmente existiu

Google Android for Feature Phones realmente existiu

Compartilhe

 

O Google Android for Feature Phones entra na lista daqueles softwares que existiram, mas nunca foram chamados de oficial, pois jamais chegaram ao mercado. O sistema operacional finalmente deu as caras, mais de dois anos depois da primeira notícia sobre o seu desenvolvimento.

Ele entrou na lista dos vários projetos que o Google cancelou ao longo de sua jornada, e isso aconteceu porque a gigante de Mountain View decidiu apostar no Android Go, uma versão mais simples do seu sistema operacional principal (e, no final das contas, ele naufragou também).

E o software que poderia ter superado o KaiOS com relativa facilidade, apareceu pela primeira vez em vídeo. E agora podemos ver o que ele poderia ter sido.

 

 

 

O Android para telefones simples era real

 

 

O Google Android for Feature Phones apareceu em execução em um celular que também jamais chegou a ver a luz do mercado, o Nokia 400. Aliás, a empresa finlandesa decidiu apostar no KaiOS para os seus celulares mais simples, e a prova disso é o Nokia 8110 (aka banana phone), que é mais inteligente que o modelo original.

O Nokia 400 aparece no vídeo rodando o Google Android for Feature Phones, e podemos ver uma interface de usuário parecida com o que temos hoje nos telefones com o Android AOSP, com ícones que lembram aqueles que estão presentes na versão principal do sistema operacional.

Entre os aplicativos que foram detectados como pré-instalados no dispositivo (supondo que o dispositivo tinha algum tipo de acesso à Play Store), era possível ver alguns dos proprietários do próprio Google, como Chrome, Mapas, YouTube e outros.

Também foi possível detectar um menu compartilhar para aproveitar as conectividades sem fio do celular (Bluetooth e WiFi). Mas isso está no campo da teoria, pois não sabemos quais são as especificações técnicas desse Nokia 400 que (repito) jamais viu a luz do mercado.

 

 

No menu deste telefone, algumas opções bem familiares apareceram, como o acesso à conta do usuário, os idiomas disponíveis ou o teclado, que é o tradicional T9 da Nokia. Também foram detectadas opções de privacidade, gerenciamento de permissões, bateria, configurações de tela, etc.

Por fim, o Nokia 400 contava também com os aplicativos clássicos que são onipresentes nos telefones da empresa finlandesa, como alarme, calculadora, calendário e relógio. Ah, sim… o Snake (aka jogo da cobrinha) também estava lá, assim como o WhatsApp.

 

 

 

Será que o Google Android for Feature Phones daria certo?

Não dá para saber com exatidão. Porém, olhando de longe, ele tinha tudo para ser mais completo que o KaiOS, por exemplo.

Com o peso do nome Google por trás, ele tinha tudo para ser no mínimo mais promissor que a maioria dos seus concorrentes. Porém, a gigante de Mountain View é especialista em matar projetos no meio do caminho.

Afinal de contas, o Google em si é beta até hoje.

 

 

 

Via XDA-Developers


Compartilhe