Heróis da DC não podem fazer sexo! | @oEduardoMoreira Press "Enter" to skip to content
Início » Cinema e TV » Heróis da DC não podem fazer sexo!

Heróis da DC não podem fazer sexo!

Compartilhe

Eu sei que muitos fãs de quadrinhos já pensaram neste tema, mas não conversaram com os amigos porque certamente acharam isso algo verossímil, uma vez que identificavam esse comportamento como algo baseado em suas realidades práticas.

E eu acabei de fazer uma piada estúpida sobre a suposta virgindade dos nerds viciados em HQs, algo vergonhoso vindo de alguém que prega o respeito às minorias.

De qualquer forma, só fiz essa introdução para entrar no tema que dá título para este post: os heróis não transam. Sexo é algo que definitivamente não existe no mundo dos quadrinhos.

 

 

 

Estão ocupados demais salvando o mundo (ou não)

Justin Halpern, co-criador da série de animação Harley Quinn (HBO Max), comanda uma equipe que tem (quase) toda a liberdade criativa que sempre sonhou ter para contar a história que sempre sonhou. Exceto quando o assunto é sexo (obviamente).

Até mesmo na libertária HBO, um canal premium na TV paga, que ofereceu ao mundo cenas mais que picantes em séries como Game of Thrones e Tell Me You Love Me, decidiu vetar uma cena da terceira temporada da animação, onde Batman faria um belo sexo oral na Mulher Gato.

A DC vetou essa ideia na hora, alegando que “os heróis não fazem isso”. Na cabeça da editora, fica difícil vender um brinquedo do Batman quando este personagem faz sexo oral em alguém.

Como explicar isso para crianças e adolescentes, não é mesmo?

Porém, tem o outro lado da moeda que a própria DC precisa explicar para todo mundo…

 

 

 

Que tipo de criança ou adolescente assiste a Harley Quinn?

Vamos deixar de lado os adolescentes, pois eles não tem mais nada de inocente. Eles sabem muito bem o que quer dizer o termo cunnilingus. Por isso, vamos pensar no público que efetivamente gasta a sua mesada para comprar action figures do Batman.

Então, eu pergunto: você, amigo leitor com mais de 18 anos na cara, já assistiu a algum episódio da série Harley Quinn?

Se a resposta é NÃO, vai ter a chance de fazer isso, uma vez que o HBO Max finalmente chegou ao Brasil. Mas se você já assistiu a algum episódio dessa animação, sabe muito bem que essa série está bem longe de ser orientada para o público infantil.

Por isso, é de se questionar que pais são esses que deixam os seus filhos assistindo a Harley Quinn, uma animação claramente voltada para os adultos. E, por causa disso, também levanto dúvidas sobre qual seria o real impacto sobre as vendas de action figures com uma cena de sexo oral do Batman na Mulher Gato.

 

 

 

Moral da história…

Mais uma vez, a mídia e o mundo do entretenimento norte-americano mostram claramente que não sabem lidar com o sexo. É tanto medo de escandalizar que acabam vetando o que não precisa ser vetado. É o conservadorismo agindo em desserviço à liberdade criativa.

Não dá para saber se a pessoa que teve a ideia dentro do time do Justin Halpern manteve o seu emprego por conta dessa sugestão. Mas ao menos agora sabemos que Bruce Wayne é perturbado daquele jeito porque seus criadores não deixam ele fazer sexo.

Agora, está tudo (mais ou menos) explicado.


Compartilhe