Huawei e Android 11, uma relação de amor e ódio | @oEduardoMoreira Press "Enter" to skip to content
Início » Notícias » Huawei e Android 11, uma relação de amor e ódio

Huawei e Android 11, uma relação de amor e ódio

Compartilhe

A Huawei é uma das gigantes no mercado de smartphones do planeta, mas tem uma grande pedra em seu sapato materializada nos Estados Unidos. Mesmo contando com dispositivos com especificações simplesmente espetaculares, os usuários podem se sentir incomodados com a ausência do Android nos telefones.

Não resta dúvidas que os telefones da Huawei contam com o necessário para aparecerem na lista dos melhores telefones do mercado, mesmo com alguns modelos contando com processadores do ano passado. Mas o seu grande calcanhar de Aquiles é deixar alguns dos promissores smartphones estacionados no Android 10.

E o motivo disso nem é o veto dos Estados Unidos em alguns casos.

 

 

 

Huawei realizando diferentes apostas

A janela de lançamentos de smartphones da Huawei é, no mínimo, curiosa. Em um passado não muito distante, ela lançou na Europa os modelos Nova 9 e Nova 8i, modelos gamers que são os primeiros após o veto estabelecido por Donald Trump, que impedia empresas norte-americanas a estabelecer negócios com a empresa chinesa.

A grande diferença entre os modelos Huawei top de linha com os modelos mencionados no parágrafo anterior está no fato dos modelos do passado contarem com a EMUI 12, baseada no Android 11, enquanto que os novos modelos recebem o Android 10. E está difícil entender por que a empresa fez isso.

O mesmo aconteceu com o smartphone dobrável Huawei P50 Pocket. Ele também recebe o Android 10, o que mostra que não temos um caso isolado na empresa.

O movimento de lançamentos de smartphones top de linha da Huawei com o Android 10 está acontecendo na Europa, e não sabemos se essa decisão vai se repetir em outros mercados. E, ao que tudo indica, sim. E os usuários é quem sofrem com essa atitude. Nós, brasileiros, também podemos enfrentar essa situação no futuro.

 

 

 

Quais são as possibilidades aqui?

A Huawei pode ter concluído que o Android 11 não está bem integrado com a EMUI 12, mas essa é uma teoria que está mais na área da especulação. Quem sabe o Android 10 está melhor ajustado ao software da Huawei, o que resultaria em uma interface mais fluída e personalizável.

Mesmo assim, não faz muito sentido.

O Android 10 tem mais de dois anos de lançamento, e o Android 12 já é uma realidade. A Huawei não conseguir trabalhar em um sistema operacional que, em teoria, entrega melhorias substanciais inclusive na performance dos dispositivos é algo no mínimo questionável.

Por outro lado, não seria surpresa ver a Huawei reconhecendo que a nova versão da EMUI não consegue se alinhar ou se adequar com as características do Android 11. Ou quem sabe a empresa asiática simplesmente chutou o balde de vez, e vai apostar todas as suas fichas no HarmonyOS, o seu tão prometido sistema operacional.

Vamos ter que esperar o tempo passar para que a Huawei se pronuncie oficialmente sobre o assunto. De qualquer forma, se você está pensando em adquirir um smartphone da marca chinesa nos próximos meses, o meu conselho de amigo é que você espere mais um pouco e observe com atenção as próximas notícias sobre o tema.


Compartilhe
@oEduardoMoreira