Compartilhe

Um grupo de cientistas desenvolveram uma espécie de língua eletrônica que é capaz de provar e analisar líquidos em apenas um minuto. Sim… ele pode ser tão eficiente quanto os jurados do MasterChef, e por isso eu vou mostrar como ele funciona e como isso pode ser útil para nós no futuro.

 

 

Conheça a Hypertaste, a língua eletrônica

 

É a IBM que está por trás do curioso dispositivo. Sua divisão de pesquisa desenvolveu uma língua eletrônica que pode provar líquidos e determinar a sua natureza, além de identificar se o líquido contém substâncias perigosas ou não.

O dispositivo tem um formato circular com um dispositivo que facilita a submersão em um copo. Para realizar a análise e a detecção de um fluído, a língua usa a Inteligência Artificial e um conjunto de sensores eletroquímicos multi-sensitivos, cada um deles formados por pares de eletrodos.

A Hypertaste possui um processo de identificação que dura menos de um minuto, um tempo considerado recorde, já que os sistemas convencionais de laboratório levam horas para fazer o mesmo. Os dados coletados são instantaneamente enviados para o telefone do pesquisador, com todas as vantagens que isso pode oferecer.

 

 

Isso pode ser útil para quê?

 

 

O Hypertaste pode ser de grande ajuda em vários campos. Para os cientistas, a língua eletrônica pode analisar líquidos sem a necessidade de contar com um laboratório de última geração, permitindo a identificação em qualquer lugar, bem longe de um laboratório e de forma muito mais rápida e eficiente.

Sobre o uso em si, o Hypertaste pode servir para que governos calculem a qualidade de suas águas, ou para que pesquisadores analisem a água de qualquer local remoto. As companhias de alimentação também podem usá-lo para medir a qualidade dos líquidos de seus produtos.

As possibilidades são simplesmente infinitas.

O segredo do produto está em eliminar a necessidade de um laboratório e a enorme perda de tempo. Porém, o Hypertaste ainda é um protótipo, e pode ser que ele nem seja lançado no mercado (e, se for lançado, ainda vai demorar muitos anos para acontecer). Mesmo assim, a ideia é excepcional e pode beneficiar muita gente.

 

 

Via IBM


Compartilhe