Não é o “iPhone barato” que todo mundo está falando. Está muito mais para um “iPhone menos caro”. Mas é a melhor relação custo-benefício entre os novos iPhones. O iPhone XR já chama a atenção de quem está mais curto de grana, e esse post mostra as principais características do produto para convencer o seu público-alvo.

 

 

Notch, mas em uma tela LCD

 

 

A Apple finalmente saltou para as telas OLED com os modelos iPhone XS e iPhone XS Max, mas o iPhone XR se manteve fiel às origens, apostando no LCD. Mantém o notch largo enquanto o mercado já se volta para o formato de gota d’água. E é o modelo que, de certo modo, confirma o adeus do botão físico home.

 

 

O mesmo processador, as mesmas armas

 

 

O Apple A12 Bionic, com construção em 7 nanômetros, já apresenta os seus bons resultados nos primeiros resultados de benchmarks. E o iPhone XR vai receber esse processador. É uma notícia excelente, pois o dispositivo só fica atrás dos modelos maiores na quantidade de RAM (3 GB, contra 4 GB dos modelos XS).

Em versões com 64 GB, 128 GB e 256 GB de armazenamento, o iPhone XR também será mais versátil nos preços, o que resulta em uma relação custo-benefício mais competitiva.

 

 

Câmera simples, como seria em um iPhone 9

 

 

Outra distinção para determinar que esse é um “iPhone menos caro” está na parte fotográfica, onde o iPhone XR oferece potência fotográfica, mas apenas um sensor de câmera traseira.

É um sensor com 12 MP que oferece efeito bokeh via inteligência artificial, com lentes grande angular e estabilização ótica. É a mesma lente principal presente no iPhone XS, mas sem o sensor secundário. Também recebe o Smart HDR dos modelos maiores. Na câmera frontal, tem o mesmo sensor de 8 MP com modo retrato e iluminações dos modelos maiores.

 

 

O mesmo Face ID dos irmãos maiores

 

O iPhone XR também conta com reconhecimento facial tridimensional para maior segurança, reforçando o abandono ao leitor de digitais.

 

 

Seis cores e bordas de alumínio

 

 

O iPhone XR adota o alumínio nas bordas laterais, no lugar do aço inoxidável dos modelos XS, ficando assim um degrau abaixo na durabilidade.

Nas cores, o iPhone XR oferece mais opções, e pelo menos por enquanto o iPhone XS não deve receber as mesmas opções, ou ganhar cores especiais.

Por fim, são diferenças substanciais para um iPhone XR que ainda custa US$ 100 mais caro que o iPhone 8 de 2017. Porém, é o smartphone da Apple menos caro de 2018. Descubra se o seu bolso aguenta o tranco.