Sim. Eu cheguei a conclusão que LeBron James não é desse planeta. É um alienígena disfarçado de negão macho alfa.

O dono da p*rr* toda garantiu o jogo 7 da série final da Conferência Leste da NBA, ajudando o Cleveland Cavaliers a derrotar o Boston Celtics em casa. O destaque do jogo foi King James, que registrou mais de 40 pontos pela sétima vez na carreira em um jogo de playoff.

Assim, ele se iguala à Michael Jordan, e fica apenas a um jogo de se igualar à Jerry West nesse quesito.

 

 

Se existe alguém que pode mudar a história de jogos e de séries inteiras na NBA, esse alguém é LeBron James.

Jamais vamos esquecer o que ele fez na série final que resultou no título do Cleveland Cavaliers, onde saiu de um 1-3 para um 4-3, sendo decisivo nos jogos 5, 6 e 7 na série contra o fortíssimo Golden State Warriors.

Aliás, apesar de até torcer por uma série final entre Houston Rockets vs Boston Celtics (seria realmente algo espetacular), é impossível dar as costas para a dominância de LeBron James nesse esporte nesse momento.

Por mais que não se goste desse cara, ele faz coisas em quadra que, definitivamente, não são desse planeta. E isso precisa ser respeitado por todos que admiram o esporte como um todo.

E bem sabemos que James está se encaminhando para a parte final de sua carreira. Pela força física, ele pode jogar mais três ou quatro temporadas em alto nível, com tranquilidade. Mas não sei se ele deseja jogar tanto, levando em consideração o fator idade (já está com 33 anos).

De qualquer forma, ver um atleta como esse em ação é ver a história sendo escrita diante dos nossos olhos. É ver o líder de uma geração de jogadores mostrando o melhor que pode através de um espetáculo sem precedentes.

Por isso, LeBron James não é humano. É um alienígena. Um extraterrestre como Pelé, Maradona, Michael Phelps, Roger Federer, Michael Schumacher e tantos outros.

E como é bom saber que não estamos sozinhos no universo através de caras como LeBron James!