lg-g5-final-09

Ele é lindo. Ele é moderno. Ele é revolucionário. O LG G5 foi anunciado na MWC 2016 com a difícil missão de bater de frente com os novos Galaxy S7 e Galaxy S7 Edge. Ao meu ver, temos aqui o objetivo alcançado. Com mudanças pontuais no design e em alguns de seus recursos técnicos, temos um autêntico top de linha que pode fazer barulho dentro do seu segmento.

As mudanças de design são bem vindas. Reduzir o tamanho da sua tela para que o smartphone fique mais ajustado ao usuário foi uma excelente pedida. Particularmente, me agrada mais ter nas mãos um smartphone com tela entre 5.1 e 5.3 polegadas do que um modelo de 5.5 polegadas. Pode parecer pouca essa diferença, mas ela é uma diferença considerável, mesmo no meu caso, que tem mãos grandes.

Mesmo assim, a LG teve o cuidado de aproveitar a área útil na parte frontal, visando assim melhorar a interação do usuário com a sua interface.

lg-g5-final-02

Um design mais ajustado ao que a maioria das pessoas desejam. Acho que esta é a melhor explicação para a remoção dos botões na parte traseira, um dos sinais mais claros de identidade da linha G. Confesso que nunca me incomodou os botões traseiros no smartphone, mas com os recursos de toque duplo na tela (para bloqueio e desbloqueio) e selfie com captura inteligente, os botões na parte traseira eram pouco utilizados.

Logo, é muito bem vinda a mudança. Ajuda para que se obtenha um dispositivo mais fino, com linhas mais refinadas. Essa é uma das coisas que mais ajudam a definir o LG G5 como um smartphone muito bonito.

lg-g5-final-12

A câmera dupla na parte traseira é mais um ponto de revolução do LG G5. Com funções diferentes para diferentes tipos de capturas, esses sensores quando combinados prometem um resultado final de fotos e vídeos de alta qualidade, ou superior ao que temos na maioria das soluções disponíveis no mercado. Não é algo novo, já que outros fabricantes tentaram isso no passado. Mas é a primeira vez em muito tempo que algum fabricante de um dispositivo top de linha tenta algo parecido.

lg-g5-final-007 lg-g5-final-13

E o que falar da bateria modular?

Aqui temos um quase “por que ninguém pensou nisso antes?”. Entendo que muita gente vai torcer o nariz para esse tipo de solução, por entender que esse tipo de módulo pode gerar falhas de conexão da bateria com o dispositivo e, por consequência, ocorrer desligamentos aleatórios e involuntários. Acredito que também temos que acreditar que, inicialmente, a LG trabalhou direito para prever essa possibilidade, e encontrou uma solução para evitar que tal anormalidade se faça presente.

Dito isso, não só por conta da bateria modular, mas também pelos módulos de extensão que potencializam algumas das funções do LG G5. Bem sei que temos os smartphones modulares (Project Ara manda um abraço), mas nenhum deles se tornou uma realidade de mercado. Logo, o que a LG fez é o mais próximo desse conceito a chegar ao grande público, e isso merece ser destacado.

Sem falar na família de novos acessórios que a LG preparou para esse smartphone.

lg-g5-final-14

O LG G5 chega fazendo barulho. É um dos cobiçados de 2016, um dos smartphones que deve entrar na lista de melhores do ano. Pelo menos temos que agradecer por sua chegada na MWC 2016, impedindo que a Samsung monopolizasse todas as atenções com os seus novos Galaxys.