Press "Enter" to skip to content
Início » Notícias » Mercado de assinaturas eletrônicas deve alcançar R$ 200 bilhões até 2030

Mercado de assinaturas eletrônicas deve alcançar R$ 200 bilhões até 2030

Compartilhe

O mercado de assinaturas eletrônicas está projetado para alcançar R$ 200 bilhões até 2030, segundo a Grand View Research. Esse crescimento é impulsionado pela crescente adoção de soluções digitais por empresas e consumidores.

Michael Bernstein, cofundador da Clicksign, destaca que a digitalização dos processos empresariais e a confiança crescente nas assinaturas eletrônicas como instrumentos juridicamente válidos são os principais fatores desse crescimento. As empresas buscam eficiência e inovação, o que impulsiona a demanda por essas soluções.

Em muitos países, incluindo o Brasil, as assinaturas eletrônicas têm recebido reconhecimento jurídico, aumentando a credibilidade e segurança desse tipo de solução, o que favorece a sua expansão no mercado.

Com a crise sanitária global de 2020, a assinatura eletrônica se tornou uma das soluções mais adotadas por pessoas físicas e jurídicas. O cenário de pandemia e isolamento social ajudou a construir essa perspectiva de uso dessa e de outras soluções tecnológicas.

A adoção de assinaturas eletrônicas é vista como uma peça-chave na transformação digital das empresas. A necessidade de otimizar processos e reduzir burocracias tem levado diversas organizações a incorporar assinaturas eletrônicas em suas operações diárias, desde contratos até aprovações internas.

Com a perspectiva de crescimento contínuo, o setor de assinaturas eletrônicas deve se consolidar nos próximos anos. Bernstein afirma que a ferramenta se tornará essencial para a formalização de transações de qualquer natureza, destacando sua importância na modernização dos negócios.

O impacto econômico do crescimento do mercado de assinaturas eletrônicas será significativo, contribuindo para a modernização e eficiência das empresas. Tecnologicamente, a adoção dessas soluções representa um avanço crucial na digitalização empresarial.

A legislação tem evoluído para acompanhar as necessidades do mercado, proporcionando um ambiente seguro e confiável para o uso de assinaturas eletrônicas. A regulamentação adequada é fundamental para o desenvolvimento sustentável do setor.

E se você ainda não aderiu à assinatura eletrônica, prepare-se, pois é uma questão de tempo.


Compartilhe
@oEduardoMoreira