Lumia_950XL_Marketing_01_

Finalmente, o Windows 10 Mobile fez a sua estreia no mercado. Bom, não sei quando o seu atual smartphone com Windows Phone 8.1 será atualizado, mas com a chegada dos novos Lumia 950 e Lumia 950 XL, o novo sistema operacional da Microsoft estreia de vez, mesmo chegando depois de algumas alternativas dos seus parceiros comerciais.

E existe uma razão muito simples para isso acontecer. Os dois novos smartphones apresentam a proposta completa e integral do que o Windows 10 Mobile é capaz de oferecer para os usuários. É mais ou menos a mesma filosofia que a Apple aplica há tempos para os seus produtos, com a diferença que a gigante de Cupertino está sozinha com o iOS, e a Microsoft tem outros fabricantes investindo no Windows.

Porém, a referência para o Windows 10 Mobile são esses novos Lumia 950 e 950 XL. O conceito de design, as funcionalidades, sensores de câmeras, proposta de desempenho… tudo aqui foi feito sob medida, pensando na experiência final do usuário. Já vimos a interessante evolução do Windows Phone, e como ele pode oferecer um bom desempenho mesmo em dispositivos com hardware mais limitado.

Agora, a Microsoft quer dar um passo além. Oferecer um sistema operacional completo, que pode ser utilizado de forma versátil e totalmente adaptável em diferentes tipos de dispositivos. O conceito do Continuum é a tradução daquilo que a Microsoft planeja a algum tempo: a oferta de uma experiência unificada, com o mesmo software rodando em todos os dispositivos do usuário, com o mesmo kernel, e utilizando os mesmos aplicativos devidamente adaptados.

O “One Windows”.

Lumia_950XL_Marketing_03_DSIM

Podere tirar o seu smartphone do bolso, conectar a um dock (que é do tamanho de uma caixinha) que, por sua vez, é conectado à TV e monitor, e pronto: utilizar o Windows 10 do desktop, como se ali tivesse um computador convencional. Essa é uma verdadeira vitória da Microsoft, mostrando a versatilidade do seu dispositivo, o poder de hardware que ele possui, e o potencial do sistema operacional.

Os novos Lumia 950 e Lumia 950 XL são smartphones top de linha, e disso eu não tenho dúvidas. São modelos potentes, com processadores muito competentes, 3 GB de RAM (algo bem razoável para rodar um sistema otimizado, como aparenta ser o Windows 10 Mobile), pelo menos 32 GB de armazenamento (expansíveis via microSD) e telas de 5.2 e 5.7 polegadas, com resolução de 1440p.

Sem falar na excelente câmera traseira de 20 megapixels (f/1.9), com estabilizador ótico e tecnologia ZEISS, apenas para garantir excelentes fotos em ambientes com diferentes níveis de luminosidade.

Olha… dá até vontade de investir a sério nesse dispositivo. Não estou dizendo que será um sucesso de vendas, e vai consolidar o Windows 10 Mobile como real concorrente do iOS e Android. Mas não podemos dizer que a Microsoft não acertou na proposta apresentada.

Pelo contrário. Acertaram. E muito.