motorola-moto-g-lancamento

O Motorola Moto G, o próximo smartphone da Motorola, será anunciado no dia 13 de novembro. Muito se fala lá fora que esse modelo será a versão de baixo custo do Moto X. Mas… será que a agora empresa da Google vai conseguir alcançar o objetivo que a Apple nunca quis alcançar com o já lançado iPhone 5c?

Contextualizando: quando os primeiros rumores do iPhone 5c apareceram, muitos acreditavam que ele seria um iPhone “de baixo custo”. No final das contas, virou um telefone de baixo custo apenas para a Apple, que tem um menor custo de produção para construir um iPhone 5 com uma carcaça externa mais barata. Depois, Tim Cook confirmou (por mais de uma vez) que o iPhone colorido jamais seria um produto de baixo custo.

Ok, vida que segue.

Agora, temos a Motorola, com o Moto G, que lá fora já apareceu em anúncios publicitários, com a promessa de ser um produto com dimensões diminutas e preço reduzido. Com tela de 4.3 polegadas, 8 GB de armazenamento, câmera de 5 megapixels e processador Qualcomm Snapdragon quad-core (todos os itens padecem de confirmação), o Moto G pode seguir os passos da HTC, que com o HTC One mini, oferece uma versão menor do produto, com especificações interessantes. A diferença é que o modelo da HTC não é tão barato assim…

…enquanto que em um dos folhetos vazados nesse final de semana, o Motorola Moto G pode ser oferecido por atraentes US$ 215 (ou 160 euros), livres de contratos com operadoras, o que tornaria o futuro smartphone um dos mais atraentes smartphones Android para esse final de ano.

É um desafio para a Motorola. Mas como eles agora pertencem à Google – que tem bala na agulha para isso – não será surpresa se daqui a menos de 10 dias estivermos diante de uma das melhores relações custo/benefício do mercado atual.

Vamos esperar pacientemente pelo dia 13 de novembro.