Moto-Z-2016-01

A era Moto X chegou ao fim oficialmente. A Lenovo apresentou ontem (9) na Lenovo Tech World 2016 uma nova série de smartphones top de linha, nos modelos Moto Z e Moto Z Force.

De fato, a Lenovo queria colocar a sua identidade nessa série, mas mantendo a linha Moto no seu DNA de alguma forma. Na prática, não podemos dizer que eles não conseguiram isso: estamos diante do primeiro smartphone dessa série a contar efetivamente com a intervenção direta dos asiáticos na sua concepção e inovações. Ao mesmo tempo, preservou elementos que fizeram essa série ser muito cobiçada durante os tempos em que esteve nas mãos da Motorola.

De um modo geral, são smartphones muito bonitos. É dispensável destacar a baixa espessura do dispositivo, que combinado com o seu acabamento com ar metálico denota uma estética mais premium ao dispositivo. Porém, o Moto Z vai além da beleza. Oferece novidades bem interessantes, como o seu conector inteligente e os muito enfatizados MotoMods.

O conceito de smartphone modular está se tornando mais popular e real para o mercado de smartphones, e antes do Ara chegar ao mercado. Pode não ser aquele dispositivo altamente customizável, onde você pode inserir e remover aspectos como sensor de câmera, módulo de armazenamento, GPS e outros aspectos de hardware. Mas a ideia é a mesma: poder adicionar quando quiser complementos que potencializam o uso do dispositivo em diferentes esferas e situações.

Moto-Z-2016-04

Tudo bem que os Moto Mods comprometem a estética refinada do Moto Z, mas não podemos ter tudo nesse mundo, não é mesmo? E, mesmo assim, não deixam de ser conceitos interessantes, que podem ser muito bem aproveitados por muitos usuários. Essa versatilidade nos dispositivos é sempre bem vinda.

Nas especificações técnicas, o Moto Z é um autêntico top de linha, e não deve nada aos seus principais concorrentes de categoria. É um modelo que contém o melhor em termos de hardware do mercado atual, e com o Android quase puro da filosofia Moto, tem tudo para ser um dos modelos mais interessantes de 2016.

Resta agora saber se o preço que a Lenovo vai colocar nesse modelo no Brasil será tão premium quanto os últimos lançamentos da LG (LG G5) e Sony (Sony Xperia X). Se conseguir chegar na mesma faixa (aproximadamente R$ 3.500 ou menos), será um forte candidato na sua categoria. Afinal de contas, oferece especificações melhores, inovações relevantes, e um preço tão bom quanto esses lançamentos citados.