Chegou a vez dos museus se adaptarem aos novos tempos, com o objetivo de atrair as gerações viciadas nas selfies, Instagram, Snapchat e adjacentes, oferecendo cenários e experiências para a capturas de imagens mais atraentes.

Está cada vez mais comum incluir espaços com elementos visuais únicos, que inspiram o compartilhamento de fotos nas redes sociais. E os museus apostam na mesma ideia, disponibilizando experiências que permitem a captura de imagens únicas.

No Museu do Sorvete em Nova York, os visitantes podem mergulhar em uma piscina de coberturas coloridas de sorvete, além de encontrar salas temáticas que incluem elementos como “globos de neve gigantes” ou chuva de confettis.

Elementos divertidos que podem colorir a coleção de fotos compartilhadas no Instagram e outras redes sociais, saindo das fotos banais do dia a dia.

A tática tem dado resultado: os 300 mil ingressos disponíveis para a atual temporada de visitas no Museu do Sorvete se esgotaram em apenas cinco dias, e no Museu de San Francisco, os seis meses de ingressos disponíveis se esgotaram em menos de 90 minutos.

 

Via Wired, Museum of Cream