apple-watch-gold-precos-brasil

135 f*king mil reais! Esse é o preço que o Apple Watch pode custar no Brasil. Ontem eu disse aqui no blog que R$ 110 mil já era um valor surreal. Mas agora, essa definição foi atualizada. E em menos de 24 horas.

O MacMagazine ‘errou’, mas não considero um erro grave. As fontes dos caras sempre foram muito confiáveis, e não acho que eles entram em descrédito por conta dessa diferença de valores. Talvez podemos colocar essa diferença de preço do especulado para o oficial como aquele ‘cálculo final’ feito pela Apple, em função dos recentes reajustes do valor do dólar no Brasil (relembrando: só em setembro, a cotação da moeda norte-americana aumentou 8% por aqui).

Mas… R$ 135 mil reais… é surreal.

Tá bom. Eu estou me prendendo no modelo com valor mais caro. O modelo menos caro do Apple Watch custa R$ 2.900. Cara, é quase o preço de um iPhone 6 com 16 GB, que (obviamente) é muito mais capaz do que esse relógio ‘inteligente’ da Apple. Logo, a gente sai do fator preço e passa para o quesito produtividade prática.

Assim como outros smartwatches do mercado, o Apple Watch é ‘burro’. Ok, ele tem funções inteligentes, mas não funciona de forma independente do smartphone. Fica limitado de várias maneiras ao iPhone, obrigando o usuário a ter os dois produtos para uma experiência completa.

Pensem no investimento enorme para ter um produto que vai te avisar quando chegou uma mensagem no WhatsApp, que por sua vez será lida em uma tela pequena e desconfortável. Ok, você vai me dizer que o Apple Watch tem contador de passos, monitor cardíaco, aplicativos de saúde… tá bom… e daí? Minha pulseira quantificadora do DealExtreme faz a mesma coisa e não me custou R$ 2.900.

Acho que não preciso me alongar muito aqui. Vai comprar o Apple Watch no Brasil? Boa sorte. Se puder, compre nos meus blogs para que eu ganhe a comissão em cima da sua decisão. Porém, a piada do ‘tem quem pague’ perdeu a graça faz tempo. Já sei que temos um dólar a R$ 4, que está tudo perdido enquanto Dilma estiver no poder, e que os próximos meses serão piores, inclusive no setor de tecnologia.

Mas essa história de um relógio inteligente custar o preço de um iPhone, ou na sua versão mais cara custar o preço de uma casa com dois quartos em uma cidade do interior de médio porte… é algo simplesmente surreal.

A tabela oficial de preços para o Apple Watch e suas diferentes versões no Brasil ficou assim:

– Apple Watch Sport de 38 mm, por R$ 2.899
– Apple Watch Sport de 42 mm, por R$ 3.299
– Apple Watch de 38 mm, por R$ 4.599
– Apple Watch de 42 mm, por R$ 4,999
– Apple Watch Edition, de 38 mm com pulseira esportiva, por R$ 88 mil
– Apple Watch Edition, de 38 mm com pulseira de fecho moderno, por R$ 135 mil.