pokemon go banido

Algumas empresas não gostam do Pokémon GO. A Volkswagen é uma delas. Seus funcionários estão proibidos de ter o jogo instalado em seus smartphones.

O motivo do banimento é a espionagem corporativa. A montadora teme que um funcionário tire foto de um Pokémon próximo de um dos seus projetos secretos.

70 mil funcionários alemães foram notificados sobre a decisão por e-mail. E, nesse caso, a decisão é válida: minha empresa, minhas regras.

 

Não foi só a Volksvagen

O bloqueio ao Pokémon GO não é uma questão corporativa. Para alguns países, é uma questão de segurança nacional.

Recentemente, o Irã baniu o jogo por esse motivo, além dos motivos religiosos implícitos.

Vale lembrar que, no caso da Volksvagen, já existe uma política que obriga o funcionário que tem acesso às áreas restritas da montadora a cobrir suas câmeras de de seu smartphone.

Imagino que a medida tem uma bela dose de bom senso no caso corporativo. São segredos que valem milhões de dólares para as empresas, que não podem correr riscos.

Já no Irã… motivos religiosos?

Por que? O Picachu é uma espécie de demônio disfarçado de bichinho que solta choques?

Ou será que o Irã não quer que o mundo veja certas coisas que estão rolando por lá?

Via Tech Times