Você há de concordar que é humanamente impossível assistir todo o conteúdo do catálogo da Netflix. E eu nem preciso englobar todos os itens, ou seja, produções originais e de terceiros. Se você se dedica a assistir apenas ao conteúdo original da plataforma, vai morrer na tentativa.

Ter um dia com apenas 24 horas é pouco tempo para ver tudo o que queremos. E a maioria de nós não temos essas 24 horas para ver filmes e séries originais na Netflix. Com muita sorte, temos o final de semana para isso.

Logo, não dá tempo de ver tudo de forma minimamente razoável. E a impressão que fica é que a Netflix não está entregando tempo suficiente para mensurar a audiência que uma série possui para cancelar rapidamente uma produção.

São poucas semanas depois da estreia de uma temporada para o serviço de streaming anunciar um cancelamento pontual. E não são poucos os usuários que estão reclamando disso. Tudo bem, os cancelamentos ou renovações da Netflix se baseiam no número de pessoas que assistiram a uma determinada temporada depois de um tempo de sua estreia na plataforma.

Mas… quem é que consegue assistir tantas séries e filmes tão rapidamente e com tempo tão escasso? Eu mesmo não dou conta. A minha vida já não é de gente normal (eu tenho milhões de atividades na minha vida que outras pessoas não fazem). Logo, fica mais complicado tentar acompanhar as séries e filmes lançados todos os meses na Netflix.

E olha, que até o mês passado eu tinha um blog sobre séries de TV.

Não seria melhor a Netflix rever essa mecânica? Caso contrário, não vai durar muita coisa no serviço. Mesmo porque a primeira leva de séries mais badaladas do serviço ou já foram canceladas, ou serão canceladas em breve. E tem muita gente “viúva” de séries canceladas na plataforma de streaming.