nexus-5x-oficial-front

Voltar um número, nesse caso, não é tão ruim assim. A Google não é uma empresa orgulhosa, que persiste no erro por muito tempo (beijo, BlackBerry, Sony…). O novo Nexus 5X é uma correção do que estava errado no Nexus 6, que não era um smartphone ruim (basicamente um Moto X 2014 com tela maior), mas que fugia a todos os propósitos previamente estabelecidos pela linha Nexus. E esse foi um grande erro.

Trazer de volta a LG para o projeto Nexus é parte desse acerto. Os coreanos foram os responsáveis por dois modelos dessa linha. Os dois mais populares. O Nexus 4 vendeu que nem água, e foi objeto de desejo por muita gente. E o Nexus 5 é o maior vendedor de todos os tempos entre os smartphones da Google. Logo, nada mais justo do que apostar de novo nessa parceria, seguindo as diretrizes de design deles e algumas novidades bem vindas.

Uma dessas novidades é uma nova câmera, com uma nova tecnologia de tamanho de pixels. A Google fez sérias comparações com o iPhone 6s Plus (nem poderia ser diferente), além de traçar um paralelo com o Nexus 6. As melhorias são promissoras, o sensor é mais rápido com a ótima ajuda do autofoco a laser, e é capaz de captar uma maior quantidade de luz.

Porém, temos uma sentida ausência nessa câmera: a estabilização ótica (OIS). Ok, eu entendo que é preciso te ruma boa relação custo-benefício. Mas acho que não é necessário ter restrições aqui. Ainda mais sabendo que o usuário prioriza e muito a questão do registro de fotos no smartphone.

nexus-5x-oficial-04-leitor-de-digitais

Outra novidade do Nexus 5X é a presença do leitor de digitais. Uma vez que o Android 6.0 Marshmallow conta com um melhor suporte para esses leitores, nada mais conveniente do que incentivar usuários e desenvolvedores a explorarem essa novidade. Até porque a Google quer capitalizar com as funcionalidades de pagamento através do smartphone, aproveitando que essa é uma corrida que ainda está começando, e ninguém (exceto a Starbucks) se estabeleceu de forma eficiente como líder no mercado.

Além disso, o Nexus 5X é um dos primeiros a contar com o Android 6.0 Marshmallow, diferencial relevante para muitos usuários na hora de escolher um produto. O dispositivo já tem suporte de atualizações para os próximos dois anos (pelo menos), prometido pela Google. Vai além dos 18 meses de suporte mínimo indicado pela gigante de Mountain View para os dispositivos Android e outros fabricantes. Outro diferencial importante.

De quebra, outra modernidade presente no Nexus 5X é a presença do conector USB Type-C, trazendo o dispositivo para a modernidade dos tempos atuais, e ajudando a oferecer esse tipo de conexão como padrão no mercado.

nexus-5x-oficial-02

No final das contas, o Nexus 5X é um acerto da Google em vários aspectos. Volta ao time que estava ganhando, acrescenta funções interessantes, um hardware na medida certa, com um processador Snapdragon 808, e apesar de contar com apenas 2 GB de RAM e ter opções com 16 GB (por que, Senhor?) e 32 GB de armazenamento (não expansíveis), ele está dentro do aceitável para a sua proposta de preço e posicionamento de mercado, sendo sim uma interessante opção para o mercado de linha média-alta.

É claro que não dá mais para oferecer smartphones a US$ 199 e US$ 299 com essas especificações (a não ser que você fabrique os seus dispositivos na China). Mas por US$ 379 na versão mais básica, o Nexus 5X até que está dentro da faixa do aceitável para a nova realidade de mercado. Levando em conta que é possível ter uma ótima experiência de uso com um produto como esse.

Vamos esperar pelos primeiros testes para confirmar essas boas primeiras impressões.