htc 10

Todo mundo sabe como a HTC está mal das pernas no mercado mobile. Também, pudera: quem mandou sair do Brasil… (ok, zoeira aqui).

Não que o Brasil faça muita diferença, mas a empresa abandonou vários mercados internacionais. E paga caro o preço disso por conta da elevada competição no setor mobile.

E a notícia que a  T-Mobile desistiu do HTC 10 porque não há interesse do público só piora esse cenário.

 

HTC 10: um ótimo smartphone esquecido

É realmente uma pena ver um modelo como o HTC 10 caindo no esquecimento. Levando em conta sua proposta geral, ele não é um dispositivo ruim.

Pelo contrario. É um dos modelos mais interessantes que a HTC lançou desde o momento em que se jogou no mercado de smartphones top de linha, com o HTC M7.

Porém, além da grande competição, a baixa distribuição global e a falta de apoio das operadoras produz efeitos colaterais irreversíveis. Ainda acho que foi um grande erro a HTC ter desistido de vários mercados estratégicos.

HTC Vive é a salvação da lavoura?

Pode ser.

A HTC esta investindo pesado no campo da realidade virtual, e tem um dos melhores sistemas desse setor nesse momento. Porém, é uma aposta de risco.

As empresas estão descobrindo as aplicações práticas dessa tecnologia. Sair na frente é importante, mas não definir por que ou para quê as pessoas vão usar é uma jogada de risco.

A HTC precisa ter isso em mente. Porque repensar o mercado mobile a essa altura do campeonato é uma tarefa das mais complicadas.