Compartilhe

Lumia930-MixRadio-in-line

A minha relação com a Nokia nos últimos anos é bem estranha. Cheia de idas e vindas, a sua assessoria de imprensa não dando a mínima para o TargetHD, eu não recebo produtos deles para reviews… mesmo assim, a marca é uma das que mais traz visitantes para o blog, e faz muito tempo que eu não “pago um pau” de forma tão forte e consistente para um lançamento deles como eu estou fazendo para o Nokia Lumia 930.

Levando em conta que ele é uma espécie de “atualização” do Nokia Lumia Icon (que só existe nos Estados Unidos, pela operadora Verizon), podemos dizer que esse é um modelo “novo”, feito na medida certa para os geeks mais convictos. Calma, não precisam me xingar/bater/ofender a minha mãe. Eu sei que o Windows Phone ainda está melhorando (e com a versão 8.1 anunciada ontem, vai melhorar ainda mais), e que não se compara com o conjunto da obra oferecido pelo Android e iOS. Mesmo assim, senti tesão ao ver esse smartphone ser anunciado.

Um design atraente, industrial, com linhas retas, que chamam a atenção pela sensação de solidez que o produto passa. Um conjunto técnico top de linha (tela AMOLED de 5 polegadas – 1080 x 1920 pixels, 440 pixels por polegada -, processador quad-core Qualcomm Snapdragon 800 de 2.3 GHz, 2 GB de RAM, 32 GB de armazenamento, WiFi a/b/g/n/ac, Bluetooth 4.0, 4G LTE, NFC, câmera PureView, com um sensor de 20 megapixels, conjunto de lentes Carl Zeiss com estabilização óptica – OIS – e flash LED duplo, quatro microfones para captação do som ambiente, câmera frontal de 1.2 megapixels,bateria é de 2.240 mAh e sistema de recarga de bateria sem fio), e todos os diferenciais da Nokia na parte de software são argumentos muito bons para ao menso pensar nesse produto.

1200-nokia_lumia_930_family

Não quero me empolgar muito com a Nokia. Quero manter o tom de sobriedade e serenidade diante de um lançamento que considero promissor. Porém, é quase impossível conter o desejo para que esse produto seja bem sucedido no mercado. Diferente do lançamento do Nokia com “Android”, o Nokia Lumia 930 me deixou bem empolgado. É a Nokia que aposta alto (nada contra os mercados de entrada), que oferece algo top, com elevada qualidade.

Talvez a má notícia é que esse produto deve chegar ao Brasil custando o meu rim, e até lá, eu ainda estarei pagando pelo meu LG G2 (que só chega no meio do mês de abril… infelizmente…). Mas se eu estivesse com a grana hoje para jogar na tela do notebook, berrando “SHUT THE F*CK OFF, AND TAKE MY F*KING MONEY!!!” em busca de um smartphone com Windows Phone para chamar de “meu”, esse modelo, hoje, seria o Nokia Lumia 930, sem pensar duas vezes.


Compartilhe