Algumas pessoas costumam exagerar nas coisas. Alguns jornalistas e editores de tecnologia, também. Afinal de contas, pode não parecer, mas eles também são pessoas. E a prova que todo mundo exagera foi ler alguns veículos de tecnologia tratando o recém lançado Nokia X6 como o iPhone X da Nokia?

Devagar com o andor, minha gente!

Não basta por notch para se comparar com o smartphone premium da Apple. Aliás, a grande maioria dos fabricantes de dispositivos Android só estão colocando o notch por puro modismo, ou para capitalizar em cima do sucesso do iPhone X.

Está mais que provado que essa monocelha nos smartphones Android mais atrapalham do que ajudam nesse momento. Só no futuro é que o sistema operacional da Google terá o suporte para essa característica estética. Por enquanto, cada fabricante se adapta à essa solução do jeito que pode.

Mas, voltando ao ponto que interessa.

O Nokia X6 é, claramente, um dispositivo de linha média. Mesmo que conte com um hardware teoricamente mais capaz do que o iPhone X (e não é), ele continua a ser um smartphone intermediário. E não falo isso apenas pelos números, mas por outros fatores, como por exemplo a proposta geral do produto e, principalmente, o seu posicionamento de mercado.

 

 

É claro que a HMD Global, como várias outras, foi atrás do hype, e quer capitalizar em cima da tendência de mercado atual. Todo mundo quer tirar uma casquinha do sucesso do iPhone X, e eu não vou discutir mais sobre isso. É algo que nem me incomoda tanto, mas faz tanto ruído desnecessário, que chega a irritar.

Agora, ver alguns blogs e sites de tecnologia fazer essa referência, desse modo, com o famigerado “o iPhone X da Nokia”… isso me incomoda. De verdade.

Tal ênfase de referência à Apple é mais para atrair os haters. Ou o click bait colocando as duas marcas no título. Eu mesmo estou fazendo isso nesse post.

Mas traçar comparativos e paralelos sobre os dois produtos? É um pouco desnecessário, ao meu ver.

Não precisa de tal referência. Ela é evidente. E a Nokia por si já tem peso suficiente de de marca para chamar a atenção.

E nem dá para comparar os dois produtos, minha gente! Simples assim!