Press "Enter" to skip to content
Início » Variedades » Nômades digitais da Geração Z encontraram nos parques da Disney o local perfeito para trabalhar

Nômades digitais da Geração Z encontraram nos parques da Disney o local perfeito para trabalhar

Compartilhe

“Há um mundo bem melhor… todo feito pra você”. E os profissionais da Geração Z acreditaram nisso.

Nem posso julgar quem está utilizando os parques da Disney como escritório para trabalho remoto. O local é bem legal e a internet funciona bem, e esses dois fatores são muito importantes para que qualquer pessoa seja produtiva.

A Disneyland é utilizada pelos adeptos do trabalho remoto porque podem aumentar a motivação e a criatividade. Só que essa galera se esqueceu de combinar com a própria Disney sobre esse “uso alternativo” de suas dependências.

 

A Disney World como escritório

A jornalista Jenna Clark, especialista em parques de diversões, decidiu unir sua paixão com seu trabalho e começou a trabalhar de forma remota a partir do Disney World Orlando. E é claro que a sua experiência viralizou.

Jenna inspirou milhares de pessoas, especialmente os membros da Geração Z, a compartilhar dicas e truques sobre como trabalhar remotamente a partir de parques de diversões.

Os relatos começaram a aparecer nas redes sociais e no Reddit, com indicações sobre os melhores locais do mundo para trabalhar, considerando algumas condições importantes para a produtividade, como o número de tomadas disponíveis e a cobertura do WiFi.

O fórum online Disney Food Blod é um dos mais procurados por aqueles que querem fazer dos parques da Disney o seu novo escritório. E confesso que só não faço o mesmo porque a internet da minha casa é excelente.

E porque eu não moro em Orlando (obviamente).

 

Vantagens e desvantagens

Além da satisfação de ter o Mickey e a Minnie como colegas de trabalho (e do Pateta ser muito mais engraçado do que aquele mala da contabilidade), trabalhar a partir de um parque de diversões pode oferecer mais vantagens do que você imagina.

Para começar, o passe anual da Disney World de Orlando com acesso ilimitado às dependências do parque tem um custo muito menor do que o aluguel mensal de um coworking.

É claro que todas as distrações ao redor pode ser um problema para quem precisa de concentração para ser produtivo, mas toda aquela alegria e diversão são estimulantes para muitas pessoas.

Como eu disse um pouco antes, esses profissionais “se esqueceram” de combinar com a Disney, que está tomando providências sobre o assunto.

Para evitar o uso excessivo de recursos, os parques estão limitando o acesso de tomadas e da rede WiFi em algumas áreas de suas dependências, e os funcionários estão instruídos a solicitar que as pessoas desconectem seus dispositivos, caso identifiquem abusos do uso dos recursos.

Em linhas gerais, dá para perceber que a Geração Z está buscando aquela “recompensa imediata” típica do TikTok. E trabalhar em um parque de diversões é algo que se alinha a esse conceito.

De novo: qualquer pessoa, independentemente da idade, gostaria de ter a chance de fechar o notebook e ir para uma montanha russa ou roda gigante para desestressar após a produção de um relatório chato.

Não podemos fazer isso em nossos escritórios que nos prendem em quatro paredes.

Não vejo nada de errado em buscar uma combinação de felicidade e produtividade. Precisamos fazer diferente do que sempre fizemos para trabalhar.

Buscar o novo. Isso é o que importa.


Compartilhe
@oEduardoMoreira