Nuclear Football, um computador desktop portátil integrado em uma mala Press "Enter" to skip to content
Início » Desktops » Nuclear Football, um computador desktop portátil integrado em uma mala

Nuclear Football, um computador desktop portátil integrado em uma mala

Compartilhe

Os portáteis gaming podem ser muito úteis para algumas tarefas profissionais, mas continua sacrificando potência em nome da portabilidade, inclusive mudando a sua estética. Mas no caso do Nuclear Football, ele combina os componentes de desktop com refrigeração líquida, mas que podem ser transportados para qualquer lugar.

 

 

Nuclear Football: principais características

O Nuclear Football é considerado um computador portátil, tal e como você imagina. Ele possui uma caixa Pelican 1525 modificada com componentes de desktop, refrigeração líquida e um monitor de 23 polegadas.

No seu interior, encontramos um processador AMD Ryzen 5 2600, gráficos NVIDIA GeForce RTX 2070 Super, 16 GB de RAM e 256 GB de SSD montados sobre uma placa-mãe Gigabit B450-i Aorus Pro WiFi e alimentados com uma fonte de 600 watts da Corsair.

Seu monitor é um Dell, cujo tamanho se ajusta na caixa do Pelican 1525, de modo que você abre a caixa como se fosse um portátil. Ele conta também com um sistema de refrigeração líquida construído com componentes da EK-Vector e Alphacool, capaz de manter a temperatura a 38 graus Célsius durante os jogos, e a 44 graus na sua carga máxima.

O suposto inventor e construtor do Nucelar Football é o usuário do Reddit thegarbz, que afirma que o computador portátil que ele criou é mais barato que um notebook com características similares, além de contar com uma tela maior.

Levando em consideração que ele não é um notebook como tal, mas sim um verdadeiro computador portátil (que não é um notebook grande e pesado), o Nuclear Football não possui teclado ou touchpad, de modo que o mouse e o teclado sem fio que devem ser utilizados com esse equipamento precisam ser adquiridos separadamente.

Também é importante levar em consideração que esse equipamento não possui bateria, já que a ideia aqui não é criar um portátil com autonomia, mas sim um computador desktop portátil e de fácil transporte e configuração. Nas fotos, fica evidente que dá para transportar esse computador como se fosse uma maleta.

 

 

Isso aqui serve para quê mesmo?

Primeiro… não julgue o modding. O modding é seu amigo, e é através dele que você tem videogames portáteis lotados de emuladores na memória interna, computadores Hackintosh diversos e, por muitos anos, cópias piratas do Windows 7 funcionando sem maiores problemas.

Dito isso, projetos como o Nuclear Football servem para mostrar o resultado do trabalho de mentes habilidosas e criativas, que conseguem entregar soluções interessantes para formatos de produtos e serviços que já estavam consolidados por muito tempo.

Esse projeto até parece coisa de James Bond: ter um computador completo dentro de uma mala. Já pensou o que é isso? Sim, eu estou falando do desktop PC que muitos de nós tivemos no passado, mas no lugar de abrigar em uma caixa de metal relativamente pesada e difícil de ser transportada, está em uma mala, que é muito mais cômoda e prática.

Não espero que o Nuclear Football se transforme em um produto comercial. Tem muito mais cara de experimento mesmo. Mas é um experimento válido para constatar que a criatividade humana é uma fábrica de boas ideias (quando a mente é bem utilizada pelo indivíduo, obviamente), entregando soluções interessantes para o nosso mundo.

 

Via Liliputing, Reddit


Compartilhe