A zoeira never ends!

E nem deve acabar. Eu entendo que, pelo menos no mundo da tecnologia, o limite do humor simplesmente não existe. Ainda mais quando os fabricantes de tecnologia começam a fazer bobagens que acabam prejudicando pontualmente o consumidor.

O tema da obsolescência programada no mundo dos smartphones voltou a ganhar notoriedade nessa semana, com a decisão da justiça italiana em multar Samsung e Apple pela prática de entregar atualizações de software que, de forma pontual, reduzem o desempenho dos seus dispositivos, induzindo o consumidor ao erro de comprar um novo produto com um desempenho melhor.

Nem preciso me alongar muito sobre o tema para explicar o quão errado isso é. Um procedimento que deveria melhorar o produto acaba piorando o mesmo, e o usuário é quem sai diretamente prejudicado.

Só por isso, Samsung e Apple devem ser zoadas sem dó!

Mas aí vem a Huawei e acaba fazendo isso pela gente. A conta oficial da marca chinesa nas redes sociais acabou fazendo o bullying com a multa aplicada nas suas rivais, com uma frase que, se por um lado acaba apontando o dedo no olho das colegas, por outro pode se voltar contra a própria Huawei no futuro.

“Nasce rápido, se mantém rápido. Nós nunca vamos desacelerar nossos smartphones, nem forçaríamos uma atualização.”

De novo: vamos tirar prints dessa declaração.

E não podemos nos esquecer que burlar os resultados de benchmarks para que o smartphone pareça ser mais rápido do que realmente é não é algo que se diferencie muito de desacelerar os dispositivos através de uma atualização. No meu entendimento, é basicamente a mesma coisa, mas com direções diferentes.

Por isso… o bullying é divertido, e eu defendo a zoeira até o final. Mas é bom todos guardarem as palavras da Huawei, pois as chances das mesmas se voltarem contra a empresa são consideráveis.

Não quero aqui ser o profeta do apocalipse, mas diante de tudo o que testemunhamos nos últimos anos, é quase inevitável tal afirmação.