Compartilhe

Jovem do meu Brasil, você bem sabe que a internet é para memes e porns. Tá, a gente até usa a internet para se comunicar com outras pessoas, trabalhar, ganhar dinheiro, falar mal dos políticos que odiamos e, quando sobra algum tempo, praticar o segundo esporte de cada brasileiro conectado: procurar alguma coisa para assistir na Netflix por horas.

Mas desde o começo da era conectada, quando tudo isso aqui era mato, a gente já sabia que a internet era para memes. Uma das maiores provas disso é o vídeo conhecido como “Dancing Baby” ou “baby cha-cha”. Nele, vemos um gracioso bebê dançarino pixelado, dançando ao ritmo da mítica canção “Oogachacka”. E, acredite: as pessoas ficavam simplesmente hipnotizadas por causa desse meme.

 

 

Um dos primeiros grandes fenômenos virais da internet apareceu no outono do longínquo ano de 1996, com a ajuda da tecnologia Studio Max 3D. E naquela época as coisas não eram tão fáceis como hoje: para dar vida ao bebê dançarino, foram muitas horas de trabalho para recriar os seus movimentos. Hoje, sabemos que esse tipo de animação gráfica pode ser feita em segundos.

Porém, o bebê só virou viral mesmo quando o arquivo 3D original (“sk_baby.max”) começou a ser compartilhado na internet de forma desenfreada, e as mais diferentes versões do bebê apareceram na web e na mídia. A fama desse meme era tão grande, que ele apareceu em episódios de séries que eram grandes expressões de cultura pop na época: The Simpsons e Ally McBeal.

 

 

 

 

Agora, o meme do bebê está em Full HD

 

Vivemos hoje a era das telas de smartphones, TVs e tablets com excelentes resoluções. Ou seja, o conteúdo que nasceu na década de 1990 está, na maioria das vezes, ultrapassado. Mas a tecnologia de hoje pode melhorar esse conteúdo antigo, entregando resultados incríveis.

Jack Armstrong é um programador que estuda na Universidade de Bolton, e encontrou o arquivo original do bebê dançarino perdido na internet. E o que ele fez? Decidiu renderizar o arquivo para que o mundo possa ver esse meme em 1080p.

O novo vídeo vem acompanhado dessa vez da espetacular canção Hooked on a Feeling, da banda sueca Blue Swede. Essa canção já era um hino de sua geração, mas foi oficialmente apresentada para o jovem que está lendo esse post por estar na Awesome Mixtape Vol 1 (aka trilha sonora do filme Os Guardiões da Galáxia, de 2014).

 

 

Como podemos ver, o clipe é novamente acompanhado pela música ‘Hooked on a Feeling’ da banda sueca Blue Swede. Essa música já é uma espécie de hino, e se tornou parte da trilha sonora de ‘Guardiões da Galáxia’ em 2014.

Armstrong postou um tópico no seu perfil do Twitter explicando todo o processo por trás da renderização desse curioso projeto. E seu objetivo aqui não é ganhar dinheiro ou alcançar a fama na web, mas sim trazer um meme tão clássico de volta.

Se depender de mim, ele já conseguiu. O resultado do novo meme é simplesmente excelente!

Confira o vídeo abaixo quantas vezes você quiser, e vamos fazer esse hino em forma de meme voltar para as nossas vidas.

Sem medo de ser feliz.

 


Compartilhe