Início » Variedades » O que acontece quando você envia um ArtTag para Tim Cook?

O que acontece quando você envia um ArtTag para Tim Cook?

Compartilhe

Tem coisas que acontecem no mundo da tecnologia que podem gerar efeitos inesperados. E tem sempre alguém disposto a fazer essas coisas para contar para nós o que acontece.

Os localizadores eletrônicos existem a alguns anos, mas tal e como acontece com muitos dispositivos de tecnologia, só estão se popularizando agora que a Apple decidiu entrar na brincadeira com o AirTag.

O mesmo dispositivo que pode localizar objetos pode também acabar com a privacidade. E o tema deste post é um exemplo claro do que estou falando.

 

 

 

Para Tim Cook e Elon Musk, com amor

O youtuber alemão MegaLag decidiu enviar um AirTag para Tim Cook e outro para Elon Musk. Só para ver o que acontece. Ele chegou a enviar um terceiro dispositivo para a Coreia do Norte e, por motivos bem óbvios, este jamais chegou ao seu destino.

Você pode até estranhar por que o cara fez isso, mas a lógica faz todo o sentido deste mundo, e mostra como os AirTags podem ser perigosos quando utilizados para finalidades maliciosas.

Todas as unidades do AirTag foram enviadas a partir de Frankfurt (Alemanha), e cada um deles teve a sua localização revelada com a ajuda do Find My. Dessa forma, era possível saber o caminho que os gadgets percorreu.

Com exceção (de novo) do AirTag que foi para a Coreia do Norte, cuja localização foi perdida ou desativada um pouco antes do dispositivo chegar ao seu destino.

Agora que sabemos de onde os dispositivos saíram, vamos ver agora quais foram os resultados do experimento e refletir um pouco sobre isso.

 

 

 

Os AirTags chegaram ao seu destino?

A resposta é SIM para dois deles.

O AirTag enviado para Elon Musk chegou até a sede do Space X e permaneceu ali por duas semanas e meia. Depois, foi despachado para um centro de reciclagem na Califórnia.

Ou seja, se você estava pensando em presentear Musk com um gadget legal e caro, pode esquecer. O cara muito provavelmente vai achar o seu presente um belo pedaço de lixo.

Já o AirTag enviado para Tim Cook não chegou nas mãos do CEO da Apple, mas foi recebido por um dos seus assistentes no Apple Park. Ele permaneceu naquele local por seis semanas antes de ser devolvido para a Alemanha.

 

 

Quando o youtuber abriu a caixa de devolução, recebeu o dispositivo com uma carta assinada por um dos assistentes de Cook identificado como Michael, que disse o seguinte:

 

“Caro Jonathan,

Obrigado por compartilhar sobre seu projeto para Apple AirTags. Estamos muito satisfeitos em saber sobre os usos criativos das AirTags e como elas podem melhorar a vida de nossos clientes. Como você pode imaginar, o Sr. Cook recebe centenas de cartas todos os meses de clientes como você. Infelizmente, ele não consegue responder a todos os pedidos. Mas esperamos que você continue aproveitando sua AirTag conforme ela retorna de sua jornada única pelo mundo!”.

 

Moral da história: a Apple foi muito inteligente ao responder ao youtuber com gentileza, educação e, por que não dizer, uma certa dose de bom humor. A empresa entende perfeitamente que tal ação é também uma forma de promover positivamente a marca, já que este é o tipo de marketing que toda empresa deseja ter.

 

 

 

Via 9to5Mac


Compartilhe