Início » Tecnologia » O robô em forma de peixe que nada de forma eficiente

O robô em forma de peixe que nada de forma eficiente

Compartilhe

Dá pra fazer robô de praticamente qualquer coisa. Mas um dos robôs mais legais que a ciência poderia criar é um peixe. E a ciência fez isso.

Um robô aquático é algo muito difícil para fabricar e mostrar sua eficiência. Por isso, o resultado alcançado pelos investigadores da Escola de Engenharia e Ciências Aplicadas da Universidade da Virgínia é algo espetacular, uma vez que temos agora um robô em forma de peixe minimamente eficiente e funcional.

 

 

 

É um Michael Phelps robótico (ou quase isso)

 

 

Tais robôs em forma de peixe contam com uma alta eficiência de natação em diferentes velocidades, e para isso aproveitam a flexibilidade dos seus músculos para modular a rigidez da cauda. E tudo isso é considerado no uso dos materiais corretos e do design mais adequado para que o resultado final seja bem sucedido.

Os investigadores combinaram uma dinâmica de fluídos e biomecânica para plasmar um modelo teórico para ajuste da rigidez da cauda do robô peixe. Neste caso, a rigidez deve aumentar com a velocidade maior da natação, e o conceito teórico foi provado na prática com o animal mecânico.

E tudo deu muito certo.

 

 

 

Vamos poder pescar esse peixe no futuro?

 

 

Na verdade, não. E eu nem sei por que estou respondendo este tipo de pergunta, pois o senso comum e o quociente de inteligência em índices minimamente aceitáveis já seriam elementos suficientes para que qualquer pessoa conclua a resposta correta por si.

Mas como vivemos em um tempo onde ter um QI é lacração para algumas pessoas que não sabem falar a palavra HACKER…

Tais experimentos científicos tem como finalidade obter outras formas de robótica para diferentes objetivos, tais como pesquisa marinha, resgate em áreas de difícil acesso e outras missões específicas.

Ou seja, a sua pescaria vai continuar a acontecer no pesque pague de toda a vida, e com peixes de verdade, como sempre foi.

Por outro lado, eu ainda tenho as minhas preocupações com os desenvolvimentos em robótica. Já disse em mais de uma oportunidade que os robôs da Boston Dynamics vão escravizar a raça humana no futuro. Agora, inventam essa coisa de robô peixe.

Eu imploro: parem por aqui. Não quero que construam robôs em forma de tubarões ou baleias Orca. Um robô do tamanho de um atum é mais que suficiente.

Já temos problemas demais para resolver.

 

 

Via Science Mag


Compartilhe