mh370

Segundo informa o jornal The New York Times, o voo desaparecido MH370 da Malaysia Airlines foi desviado por um sistema computacional pré-programado, e não manualmente. O jornal cita “agentes oficiais norte-americanos” como fonte da informação, e o tal sistema foi programado por alguém com acesso à cabine e com conhecimento dos sistemas do avião.

Por enquanto, não há nenhum anúncio oficial do governo malaio mas, se confirmada a informação do NYT, isso significa que o plano de sequestrar e desviar o avião teria sido elaborado com antecedência, e poderia envolver os pilotos do Boeing 77. Oficiais norte-americanos indicam que é altamente improvável que um passageiro tivesse conhecimento suficiente dos sistemas de um Boeing, ainda mais na reprogramação do sistema de gerenciamento de voo. Este é o sistema que guia automaticamente o avião de um ponto para outro no plano de voo, e é programado com antecedência.

Ainda não há evidências que o sistema foi programado antes ou depois que o avião decolou, apesar das mudanças acontecerem pouco antes de desconectarem de propósito os sistemas de comunicação do voo.

Até o momento, o paradeiro do avião é desconhecido, e não parece que tal mistério será resolvido tão cedo.

+info