octobot

O Octobot é um robô flexível inspirado nos polvos, que contam com uma estrutura física muito peculiar e cheia de possibilidades graças ao seu corpo.

O robô ainda está em fase muito inicial de desenvolvimento, mas seu design é bem resolvido. O mais chamativo é que, diferente do que ocorre com outros robôs flexíveis, o Octobot não possui partes sólidas.

 

Octobot: flexível? Como assim?

Isso é possível com o uso de silicone no processo de fabricação do corpo do robô, com uma série de pequenas câmeras, que trabalham com o peróxido de hidrogênio (água oxigenada) e pequenas manchas de platina.

Quando o peróxido de hidrogênio entra em contato com essas manchas, é produzida uma reação que libera uma pequena quantidade de gás, que flui através das “veias” do robô, podendo expandir seus membros.

Leve em consideração que, ainda que funcione, é um sistema muito complexo que precisa ser aperfeiçoado, já que tudo deve estar perfeitamente coordenado para que as contrações produzidas pelo gás movam o robô de forma adequada, que obviamente é incapaz de mover-se de forma autônoma.

Os responsáveis pelo projeto planejam introduzir sensores que facilitam o movimento autônomo do Octobot, que o tornaria capaz de identificar obstáculos e de se deslocar com segurança.

Um robô como esse pode ser uso no resgate de pessoas, adentrar em locais de difícil acesso e para a espionagem militar.

 

 

Via SlashGear