Os 27 anos do PlayStation | @oEduardoMoreira Press "Enter" to skip to content
Início » Games » Os 27 anos do PlayStation

Os 27 anos do PlayStation

Compartilhe

Eu nem me dei conta disso, pois estava fazendo outras coisas que pagam as minhas contas (não vou entrar em detalhes, pois este é um blog de família). Mas em 3 de dezembro de 2021, o PlayStation (first of his name) completou 27 anos de vida.

Este é um videogame que fez história. Em 1994, quando SEGA e Nintendo duelavam cabeça a cabeça pela liderança do setor, a Sony decidiu revolucionar com um console de 32 bits e jogos em CD, promovendo uma quebra de paradigma neste segmento.

Falar um pouco sobre o PlayStation é importante. Afinal de contas, ele pavimentou o caminho do console mais vendido da história, o PS2. E isso não é pouca coisa.

 

 

 

Como o PlayStation venceu a guerra dos 32 bits?

Não foi só porque a Sony largou na frente.

O PlayStation foi preparado para liderar a próxima geração de videogames, e a Sony pensou nos detalhes para isso acontecer. Dar o salto para os 32 bits enquanto que a concorrência ainda investia nos consoles de 16 bits (que ainda vendiam muito, gerando lucros enormes para SEGA e Nintendo) foi importante, mas não decisivo.

A Sony desenvolveu um hardware para executar jogos que, na maioria dos casos, precisava gerenciar gráficos tridimensionais e poligonais. Em uma época onde os jogos 3D estavam se tornando o objeto de desejo dos gamers, o PlayStation entregava um hardware impressionante para o seu tempo, estabelecendo assim as bases para o que seria a regra dos videogames no futuro.

Todo o poder de fogo do PlayStation estimulou os desenvolvedores de jogos na hora de criar os títulos para o console, já que era mais fácil programar para o PS do que para o Saturn da SEGA, que foi concebido ainda com foco nos gráficos 2D.

Resultado: com o passar do tempo, o PlayStation recebeu um gigantesco catálogo de jogos oficiais e alternativos, o que fez com que os gamers investissem ainda mais dinheiro no videogame. Ou seja, venceu a Sony, que vendeu mais unidades do console do que água gelada no deserto do Saara, e venceu todos os desenvolvedores que apostaram na iniciativa.

Além disso, o Nintendo 64, que poderia ser a principal ameaça ao PlayStation, teve o seu lançamento adiado, o que fez com que o console da Sony ganhasse fôlego para ampliar ainda mais a vantagem no volume de vendas.

 

 

 

Agradeça ao PlayStation pelo momento presente

Hoje, o videogame é uma mídia de entretenimento mais lucrativa que o cinema, e muito da responsabilidade disso está no sucesso do PlaySyation.

O cenário atual de games só foi possível porque a Sony teve a coragem de ser ousada e apostar tudo em um hardware potente o suficiente para facilitar a vida de desenvolvedores e jogadores. Entendo que Microsoft e Nintendo tiveram que correr muito atrás para equilibrar a equação, e não tiro o mérito das duas empresas nessa empreitada, considerando as posições que ambas ocupam hoje.

Se o PS2 é até hoje o videogame mais vendido da história, é porque o PlayStation foi bom o suficiente para que os gamers mantivessem a aposta na solução da Sony. Isso, e a excelente tática dos jogos retro compatíveis, algo raro no setor naquela época.

Enfim, fica o registro dos 27 anos do PlayStation, mesmo que tardio. Sua importância na história dos videogames é grande demais para simplesmente ignorar o registro deste aniversário.


Compartilhe