Ir ao conteúdo

Os países com a internet mais barata e mais cara do mundo em 2020

Compartilhe

O brasileiro paga altas tarifas de internet, tanto na banda larga fixa como na banda larga móvel. E eu nem precisava falar sobre isso. Mas entendo que esta é uma forma inteligente de começar um post, ainda mais quando vamos falar das tarifas mais baratas e mais caras deste serviço ao redor do mundo.

É claro que, em um mundo perfeito, os brasileiros pagariam valores competitivos para os planos de internet e receberiam um serviço decente por parte das operadoras. Mas não é bem isso o que acontece, e por vários motivos. Bem sabemos como o Brasil funciona neste aspecto, todo mundo que usa internet desde sempre por aqui sabe porque paga caro por um serviço que deixa a desejar, e não vale a pena falar sobre isso neste post.

Porém, se você acha que vive no país onde a conexão de internet é a mais cara do mundo, eu tenho “boas notícias”. E uso as “aspas” porque essa notícia não vai deixar a nossa internet mais barata. No máximo, vai deixar menos cara.

Um infográfico publicado pela NetCredit mostra quais são os países que pagam as tarifas de internet mais baratas e mais caras ao redor do mundo, e os resultados são bem interessantes e até surpreendentes, considerando mais uma vez que o Brasil não é país que encabeça a lista.

As informações do infográfico podem ser complementadas com os dados coletados e analisados pela plataforma Cable.co.uk, que analisa os valores cobrados pelas operadoras ao redor do mundo pelo MB ou GB ofertado nos planos.

 

 

 

A internet mais barata e mais cara do mundo

 

 

De acordo com os dados coletados e analisados pelos dois estudos, o país do mundo com a oferta de banda larga mais acessível é (acredite, se quiser) Mônaco. O principado, que é conhecido como uma das regiões mais ricas e caras do planeta, tem uma assinatura média de US$ 34,49 mensais, o que representa apenas 0,68% do salário mensal médio do cidadão monegasco, que é de US$ 5.043.

Assim fica fácil ser feliz, não é mesmo?

Na outra ponto do processo está o Iêmen, onde um pacote de banda larga custa aproximadamente US$ 2.466 por mês, o que representa 2.792% a mais que o salário médio do país, que é de apenas US$ 88,33 mensais.

E você reclamando que paga uma fatura elevada para a Vivo… tá, não tiro sua razão. Mesmo assim, já pensou você trabalhar a vida inteira e não conseguir pagar um mês de internet? Pois é…

Quando comparamos o serviço de internet acompanhado da velocidade oferecida pelos provedores, a Romênia entrega a internet mais barata do mundo, cobrando apenas US$ 0,13 por cada mega ofertado. Porém, a lanterna desse ranking continua nas mãos do Iêmen, onde se paga aproximadamente US$ 3.768 por cada mega de dados.

 

Infografía precio Internet países del mundo

 

O infográfico ilustrado no post mostra o preço médio por cada 10 Mbps de conexão de internet banda larga em cada um dos países do mundo, e a maioria dos países analisados paga valores muito baixos em comparação com o salário médio da população, com pequenas exceções em determinados países subdesenvolvidos.

E no Brasil, pagamos caro pela nossa internet. Mas a grande maioria não paga mais do que 30% do seu salário médio em internet (e aqui estou considerando os que só recebem um salário mínimo). Sim, é bem caro, mas ainda é possível pagar.

 

 

Via TechSpot


Compartilhe
Publicado emInternetNotícias