palm

No passado, a Palm parecia ser quase tão invencível como é a Apple hoje. Os PDAs tinham enorme presença no mercado, e o domínio da empresa era com mão de ferro.

Porém, a Palm não conseguiu competir no mercado de smartphones, mesmo com tantas tentativas e um webOS que maravilhou o mundo em 2009. A empresa caiu no esquecimento, e agora a TCL quer trazer a marca de volta em 2018.

E tudo o que peço é que a TCL não acabe com o bom nome da marca legendária.

Em outubro de 2014, a TCL comprou a marca Palm da HP, que por sua vez havia comprado a Palm e todas as suas patentes em abril de 2010.

A TCL quer devolver a Palm aos seus dias de glória do passado. Quer repetir a estratégia adotada com a BlackBerry, que chegou a um acordo com os canadenses para desenvolver smartphones com a marca BlackBerry Mobile. Aqui, as ideias foram boas com um terminal que tenta manter o principal sinal de identidade com os dispositivos do passado: o teclado físico. E isso nem quer dizer muita coisa em um smartphone hoje.

A TCL n!ao revela preço ou tipos de produtos. Só sabemos que os primeiros dispositivos da marca Palm chegarão ao mercado em algum momento de 2018. Também não foi informado se esses novos dispositivos seriam ou não smartphones, mas muitos afirmam que a empresa poderia lançar um smartphone Android com a marca Palm no ano que vem.

Um modelo com webOS está descartado, já que a LG é proprietária para os direitos da plataforma. O software teria muitas dificuldades em encontrar algum lugar no mercado mobile totalmente dominado pelo Android.

Nesse momento, só resta mesmo esperar pelo melhor, mas ficar preparados para o pior.