Início » Gadgets » PineNote, o leitor de livros eletrônicos que também é um tablet Linux

PineNote, o leitor de livros eletrônicos que também é um tablet Linux

Compartilhe

O PineNote é o leitor de livros eletrônicos mais potente do mercado, já que pode ser utilizado como um tablet Linux. Este dispositivo com tela de tinta eletrônica tem preço sugerido de venda de US$ 399, e definitivamente não foi feito para competir com o Kindle da Amazon.

Vamos então conhecer quais são as principais características desse híbrido entre eBook Reader e tablet com tela de tinta eletrônica, mostrando onde ele pode se diferenciar da concorrência.

 

 

 

PineNote: principais características

 

 

O PineNote possui uma tela de 10.1 polegadas (1872 x 1404 pixels), com 16 níveis de cinza e taxa de atualização de 60 Hz. Sua tela eInk é muito visível à luz solar direta, mas ainda assim ela possui uma luz frontal com suporte ajustável de cores, para uma boa visualização de conteúdos durante à noite.

Seu corpo possui bordas de magnésio, tampa traseira de plástico e cobertura de vidro enrijecido resistente à arranhões. O dispositivo conta com suporte para canetas digitais sensíveis à pressão, o que permite ao usuário escrever notas ou desenhar na tela.

O usuário também pode interagir com a ponta dos dedos em sua tela capacitiva, tal e como faria como qualquer tablet. Um lápis ótico está incluído no seu kit de venda.

 

 

No seu interior, o PineNote conta com um SoC ARM Cortex-A55 quad-core Rockchip RK3566, acompanhado de 4 GB de RAM LPDDR4 e 128 GB de armazenamento eMMC. E isso é o suficiente para que o dispositivo rode o sistema operacional Linux, seu principal diferencial.

Neste caso, o kernel Linux deve contar com uma personalização para ser compatível com os controladores de tela eInk, algo que só deve estar concluído quando o PineNote estiver pronto para ser enviado ao mercado, algo que só vai acontecer durante o final de 2021.

A interface de usuário está baseada no Plasma Mobile, a mesma utilizada pelo smartphone PinePhone, outro dispositivo oferecido pela Pine64, responsável por este interessante híbrido entre eReader e tablet.

 

 

 

Pine Note: vale a pena?

 

 

Por US$ 399, o PineNote é um produto pensado para usuários com perfis bem específicos. Usá-lo apenas como leitor de livros eletrônicos torna este valor muito alto. Porém, para o uso como tablet, agenda digital e até mesmo como computador alternativo conectado ao teclado, ele pode ser bem interessante.

Espero que os seus compradores consigam encontrar um bom uso para o dispositivo. É uma proposta que não deixa ninguém indiferente.

 


Compartilhe