650_1000_stick-1

Crianças, eu gosto das selfies. De tempos em tempos, eu tiro selfies com as pessoas que eu gosto, para guardar aquele momento. Não caio no ridículo de tirar selfies com desastres naturais, tiroteios e pessoas no caixão. Mas não condeno as selfies em si. Mas o tal de pau de selfie… na boa, que coisa estúpida.

Para começar, quem foi o retardado ‘gênio’ do marketing que deu esse nome infeliz ao acessório? Ok, tem muita gente que não é inteligente para aprender a palavra ‘bastão’, e o termo ‘pau’ é algo que é mais fácil de parar na boca de uns e outros (sem trocadalho). Mesmo assim, é de uma infelicidade que é difícil de se quantificar.

Além disso, não é nem a existência do pau de selfie, mas sim como algumas pessoas estão usando isso. Faz todo o sentido quando você quer colocar uma galera gigante dentro da mesma foto, e ainda assim seria melhor não tirar uma selfie, mas sim uma foto normal, onde alguém vai tirar essa foto com várias pessoas, de forma minimamente razoável e racional.

Pelo menos deveria ser assim.

650_1000_stick-3

Por outro lado, o que se vê é que tem muita gente (mesmo) usando o tal pau de selfie para fazer selfie de qualquer coisa, a qualquer momento. Não, crianças… vocês estão errando feio! Se a foto é com três pessoas, ou sozinho, ou com sua namorada, não precisa ficar com esse bastão ridículo para registrar essa foto!

Alguns fabricantes estão (felizmente) adotando tecnologias para tornar as câmeras frontais mais eficientes, principalmente no ângulo de alcance total da captura da imagem, na tentativa de colocar mais pessoas na mesma foto (o que dispensaria o uso dos bastões). E, se não couber todo mundo na mesma foto, paciência.

Agora, imagine você em pleno Cristo Redentor, e um monte de varetas passeando pra lá e para cá. Não só o ridículo e constrangimento alheio que passamos, mas também a poluição visual que a cena provoca.

E isso porque eu não estou levando em consideração o prejuízo que algumas pessoas estão passando quando os seus caros smartphones se espatifam no chão em eventuais acidentes. Sim, crianças… pode acontecer com qualquer um. Inclusive com você, por mais cuidadoso que você (teoricamente) é.

Por tudo isso (e outras coisas que não vem ao caso comentar nesse post), eu acho o tal pau de selfie algo ridículo. Por uma questão de bom gosto, procure evitar o seu uso de forma frequente. Ou se for utilizar, faça com que realmente valha a pena. Ficar andando que nem um bobo com uma vareta é algo pobre e triste. E você não quer isso para você, certo?