Por que o primeiro iPhone não tinha o comando de copiar e colar? | @oEduardoMoreira Press "Enter" to skip to content
Início » Telefonia » Por que o primeiro iPhone não tinha o comando de copiar e colar?

Por que o primeiro iPhone não tinha o comando de copiar e colar?

Compartilhe

A apresentação do primeiro iPhone pelas mãos de Steve Jobs é um dos eventos de tecnologia mais influentes da história, pois mudou o mundo da telefonia móvel para sempre. E até hoje aquele produto levanta questionamentos que são respondidos ao longo do tempo.

O primeiro iPhone completa em 2022 nada menos que 15 anos de vida. E mesmo com Steve Jobs afirmando que aquele era um produto “mágico e revolucionário”, ele contava com limitações. E uma dessas limitações era não incluir o comando de copiar e colar, algo inconcebível nos dias de hoje para qualquer smartphone.

Pois bem, um engenheiro da Apple decidiu explicar por que aquele primeiro iPhone não contava com um recurso tão essencial como o copiar e colar.

 

 

 

Com a palavra, quem ajudou a construir o iPhone

Ken Kocienda, ex-engenheiro de software e designer que ingressou na Apple em 2001, foi vital para o desenvolvimento do iPhone. Ele também fez parte do time que criou o navegador web Safari, e isso ajudou a garantir o seu lugar na concepção do primeiro smartphone da empresa.

Agora, Ken revelou detalhes que explicam por que o primeiro iPhone não contava com o recurso de copiar e colar, algo que é vital em um smartphone nos dias de hoje. E, por incrível que pareça, uma das explicações que ele compartilha para a ausência desse comando é algo simples e até surpreendente para uma empresa como a Apple: eles não tinham tempo para isso.

A divertida explicação de Kocienda é a seguinte: os engenheiros da Apple não tinham tempo para implementar a função de copiar e colar no primeiro iPhone, pois estava muito ocupada criando o teclado virtual do smartphone e o seu sistema de autocorreção. Depois que o telefone chegou ao mercado, ele e o seu time finalmente decidiu trabalhar na funcionalidade e, ainda assim, levou algum tempo para que os comandos ficassem prontos.

Mas nada é tão fácil quanto parece.

 

 

 

Antes do copiar e colar, tinha que existir uma lupa de texto

Ken revelou que, durante o período de desenvolvimento do copiar e colar, ele teve a ideia da “lupa de texto”, pois dessa forma os usuários saberiam apontar o local exato do cursor do texto, algo crucial para o comando aparecer. Porém, mesmo assim, o cursor acabava se movendo entre os caracteres depois que o usuário levantava o dedo da tela.

Desse modo, Kocienda teve que desenvolver um “registro do histórico tátil” do usuário apenas para o recurso de edição de texto. Dessa forma, quando você retira o dedo da tela, o sistema conseguia destacar automaticamente a posição do dedo do usuário milissegundos depois do seu último toque, de modo que o cursor permanecia onde o usuário realmente queria.

E foi esse registro de toque que permitiu que o comando copiar e colar finalmente desembarcasse no iPhone OS 3.0 em 2009. Essa versão do sistema operacional móvel estreou como padrão no lançamento do iPhone 3GS (aka o meu primeiro iPhone), e recebeu tanto destaque que virou comercial de televisão da Apple na época.


Compartilhe
@oEduardoMoreira