Por que os relógios Amazfit oferecem até um mês de autonomia de bateria? | @oEduardoMoreira Press "Enter" to skip to content
Início » Relógios Inteligentes (Smartwatch) » Por que os relógios Amazfit oferecem até um mês de autonomia de bateria?

Por que os relógios Amazfit oferecem até um mês de autonomia de bateria?

Compartilhe

A resposta para a pergunta que dá título para este post poderia muito bem ser “pacto com forças desconhecidas”, mas isso seria algo muito simplório.

A Amazfit tem smartwatches excelentes, e que se diferenciam dos demais por conta de sua enorme autonomia de bateria. Em alguns modelos em específico, você pode ficar até um mês com o relógio longe do carregador, e ele vai funcionar sem maiores problemas.

Isso é algo excelente, pois além de deixar o uso do produto algo mais próximo de um relógio convencional, a vida útil da bateria fica muito maior, e um smartwatch pode seguir funcionando bem por anos.

Mas… como explicar essa enorme autonomia de bateria dos relógios Amazfit sem recorrer à bruxaria?

 

 

 

A tecnologia da tela é elemento chave, meu caro Watson

Todo mundo que está por dentro do mundo da tecnologia sabe muito bem que a tela é sempre o elemento que mais consome energia em um dispositivo móvel. E não adianta colocar uma tela OLED tão pequena em um dispositivo como esse, pois esse tipo de tela pode esgotar a bateria em menos de 24 horas.

As telas dos smartwatches da Amazfit contam com a tecnologia transfletiva, que permite o uso de um hardware com menor qualidade e resolução, mas que são perfeitas para este tipo de produto.

Essas telas contam com duas características que fazem toda a diferença.

A primeira delas é entregar um ótimo brilho mesmo quando incide a luz do sol sobre ela. Em alguns casos, dá até para ver melhor quando a luz do sol está em cima dela. Isso acontece porque as telas dos relógios da Amazfit podem refletir a luz do sol, dispensando o uso de uma retro iluminação para exibir os elementos com boa qualidade.

O segundo motivo para a enorme autonomia de bateria dos relógios Amazfit está no fato dessas telas funcionarem de forma similar aos painéis de tinta eletrônica, o que torna o consumo energético muito mais eficiente que aquele entregue pelas telas OLED.

 

 

 

Não é feitiçaria. É tecnologia!

Como você pode ver, a Amazfit joga muito bem o jogo na hora de entregar smartwatches com enorme autonomia de bateria. E se vale muito bem da tecnologia transfletiva para oferecer telas coloridas, com modo Always On ativo o tempo todo e com autonomia de quase 30 dias de uso em alguns casos.

Eu recomendo fortemente os relógios da Amazfit para os usuários que não querem a preocupação de carregar mais um dispositivo todos os dias. Algo que, convenhamos, não é uma das coisas mais prazerosas para se fazer nos hábitos diários com nossos gadgets.


Compartilhe
@oEduardoMoreira