Por que usar um iPod Classic em 2021? | @oEduardoMoreira Press "Enter" to skip to content
Início » Áudio e Vídeo » Por que usar um iPod Classic em 2021?

Por que usar um iPod Classic em 2021?

Compartilhe

Se eu pudesse, com certeza usaria um iPod Classic com a maior capacidade de armazenamento possível. Apesar da oferta de inúmeros serviços de streaming musical, sou um usuário das antigas, que ainda conta com uma enorme biblioteca de arquivos em MP3 armazenada no smartphone.

Em uma das minhas sessões de navegação na web para encontrar pautas interessantes para o blog, encontrei um produtor de conteúdo que ainda conta com um iPod Classic 6G (2008) com 120 GB de armazenamento, onde possui a sua biblioteca de músicas de toda a vida.

Neste post, quero compartilhar com você os prós e os contras em usar um iPod Classic nos dias de hoje.

 

 

 

Os prós do iPod Classic

 

 

O nosso protagonista comprou o seu iPod Classic em 2017, e a sua autonomia de bateria ainda está excelente, mesmo depois de muitos anos de uso intenso. Essa é uma característica muito importante para um produto que é dedicado a fazer uma única coisa: reproduzir música.

O tamanho do dispositivo é outro fator positivo, já que ele é bem cômodo para levar no bolso da calça. A click wheel segue funcionando com a mesma precisão, se apresentando como uma excelente forma de interação com a interface de usuário.

Por fim, o corpo metálico é a proteção perfeita de um produto que abriga um disco rígido mecânico no seu interior. O iPod Classic pode cair de suas mãos inúmeras vezes, e as chances de danos permanentes são muito baixas.

 

 

 

Os contras do iPod Classic

 

 

Nem tudo são flores neste mundo, e nem mesmo o iPod Classic poderia ser tão perfeito assim.

O primeiro problema do dispositivo está no seu hardware, que pode causar desconexões do iTunes instalado no computador de forma repentina, causando reinicializações aleatórias no dispositivo musical. Algo até compreensível para um dispositivo com tantos anos de vida.

Outro problema do iPod Classic vem (talvez) de sua maior qualidade. Para mim, faz sentido ter um backup das minhas músicas preferidas. Mas para quem cresceu na era do streaming, o processo pode ser muito tedioso.

Sem falar que hoje em dia é muito difícil encontrar sites com downloads de músicas, fóruns dedicados ao assunto e redes P2P de compartilhamento. Hoje, as políticas de copyright dificultam o processo, e os serviços de armazenamento na nuvem mais complica do que ajuda nesta tarefa.

Mesmo assim, existem alternativas que ainda permitem a conversão de arquivos de vídeo em formato de MP3. Não vou dizer quais são, mas você pode pesquisar sobre o assunto e encontrar maiores informações que podem ajudar nessa tarefa.

 

 

 

Conclusão

Não ter um algoritmo dizendo o que você vai ouvir em termos de música pode ser uma vantagem. Uma preciosa vantagem. Você merece ser livre na hora de ouvir as canções da sua vida quando está feliz ou triste, e isso é algo que nenhum software vai entender ou poder determinar por você.

Ter o seu próprio conteúdo musical, com os discos, artistas e canções que construíram a sua história, é algo que simplesmente não tem preço. E esse pode ser o principal motivo para ter um iPod neste momento. Streaming nenhum vale a satisfação em reforçar a sua memória musical e identidade afetiva conectada com a arte.


Compartilhe