pokemon go paris

Fabrice Beauvois, prefeito do pequeno povoado de Bresolles, que conta com apenas 800 habitantes e localizada ao noroeste de Lyon (França), entrou em contato com a Niantic, desenvolvedora do game Pokémon GO, solicitando que a empresa eliminasse qualquer rastro dos pokémons virtuais na cidade.

 

Tem que pedir autorização

O pedido acontece porque quando um comerciante precisa abrir um negócio no povoado, ele é obrigado a pedir permissão para as autoridades locais, algo que a Niantic não fez para despejar o seu arsenal virtual de pokémons.

O prefeito não vê Pokémon GO com bons olhos, achando que o mesmo pode se tornar um vício entre os jovens. Mesmo assim, sua ideia não é proibir o jogo, mas apenas garantira ordem pública, velando pela segurança dos seus cidadãos.

Não é a primeira vez que a Niantic enfrenta petições desse tipo.

Os pokémons virtuais já foram eliminados do Museu do Holocausto nos Estados Unidos e no Irã (sim, o país inteiro) por “questões de segurança.

Interesses financeiros

Não precisa pensar muito para entender quais foram as motivações do prefeito da pequena cidade.

Afinal de contas, toda e qualquer prefeitura recolhe impostos de empresas que atuam comercialmente na sua cidade. Por que a Niantic não pagaria?

E olha que estamos falando de elementos virtuais….

Via The Associated Press