Compartilhe

Muita gente defendeu por anos que o café da manhã é “a refeição mais importante do dia”, mas a ciência não chega a um consenso sobre o assunto. De qualquer forma, muitos nutricionistas apoiam a teoria que você deveria consumir um tempo maior para tomar o seu café da manhã com calma, e não deglutindo tudo rapidamente, como se fosse perder o ônibus para o trabalho nos próximos 10 minutos.

Algo que normalmente acontece com a maioria de nós, brasileiros.

Outros também defendem que você deve preparar e comer o seu café da manhã tão logo você acorda, mas vários profissionais recomendam que você espere um pouco. Há quem diga que o ideal é você comer apenas uma hora depois de despertar, pois isso alimenta o desempenho físico e mental durante a manhã, período onde normalmente o ser humano é mais produtivo.

Não sei se minha fome espera tudo isso, mas a prática de esperar uma hora para tomar o café da manhã depois de acordar também pode ajudar a reduzir a ingestão noturna de alimentos e o pertinente aumento de peso. Algo que é bem necessário para muita gente nesse momento, já que invariavelmente reduzimos as atividades físicas por conta do isolamento social.

Pois bem, um estudo publicado em 2017 pelo Journal of Physiology reforça que o café da manhã ajuda no controle da insulina, reduzindo assim o risco de diabetes. Ou seja, pode falar para aquela sua tia que fica em jejum pela manhã que essa prática faz mal à saúde também por isso.

Os investigadores analisaram a omissão do café da manhã em comparação com o hábito de tomar café em pessoas obesas ou com sobrepeso, e descobriram que comer pela manhã otimiza o gasto de energia, queima a insulina e reduz a resistência do corpo à insulina de um modo geral. Para o grupo de usuários com sobrepeso, o café da manhã ativou um gene envolvido na queima de gordura.

Algo quase surpreendente, considerando os perfis analisados pelo estudo.

 

 

 

O café da manhã vai depender se você pratica esportes pela manhã

 

Por outro lado, não adianta comer como um rei pelas manhãs se você não faz nada para queimar essas calorias.

Para quem realiza exercícios físicos pelas manhãs, o café da manhã dividido é a principal recomendação feita por vários nutricionistas. O conceito aqui é de simples compreensão: antes de realizar a sua atividade física, é recomendável consumir carboidratos saudáveis (frutas, aveia ou batatas), que não vão causar problemas digestivos e que são uma boa fonte de energia para impulsionar a atividade física como um todo.

Depois da sessão de treinamento, os seus músculos vão se recuperar por si, e o corpo vai repor os nutrientes perdidos. E é aqui que entra em ação o segundo café da manhã, que deve conter verduras, proteínas magras, gorduras saudáveis e uma pequena porção de carboidratos.

É preciso deixar claro que, graças ao café da manha, você pode obter uma melhor concentração no trabalho, reduz o seu apetite, fica com um menor risco de enfermidades cardíacas e, de um modo geral, obtém uma nutrição mais completa.

Pronto! Agora pode tomar o seu café da manhã sem peso na consciência e, quem sabe, com menor peso na balança também.

 

 

Via Eat This, Not That


Compartilhe