795741834441026342

Não foi “oi”, nem “teste”.

22h30 de 29 de outubro de 1969. Nos laboratórios da Universidade da Califórnia (EUA), o professor Leonard Kleinrock e seu aluno, Charley Kline, preparavam uma mensagem para enviar para o seu colega, Bill Duvall, do SRI. E a mensagem que chegou para Duvall dizia…

LO

Todos eles e muitos outros trabalhavam na ARPANET, a rede de comunicações militar que começaria conectando as universidades da Califórnia e de Stanford, e que assentou as bases da Internet que conhecemos hoje.

A mensagem que eles tentaram enviar naquele dia era da palavra “LOGIN”, mas na melhor tradição do mundo da tecnologia, o sistema sofreu uma queda depois de transmitir os caracteres L e O. A palavra original completa só foi transmitida uma hora depois.

+info