Qual Windows deixou o seu computador obsoleto? | @oEduardoMoreira Press "Enter" to skip to content
Início » Software » Qual Windows deixou o seu computador obsoleto?

Qual Windows deixou o seu computador obsoleto?

Compartilhe

O Windows 11 pode deixar vários computadores que ainda podem funcionar bem completamente obsoletos, já que conta com exigências mais elevadas como processadores mais recentes e a presença do famigerado chip TPM 2.0.

Obsolescência programada? Talvez.

Não quero acreditar na teoria da conspiração. Quero mesmo entender que a Microsoft está sendo sincera na exigência do tal chip TPM 2.0 para manter os dados dos usuários em maior segurança. Porém, é inevitável pensar que o movimento também tem como objetivo estimular uma maior venda de computadores, mesmo que de forma forçada.

O que nos consola é que não é a primeira vez que a Microsoft faz isso. E não deve ser a última.

 

 

 

O tempo mostra que a Microsoft já fez isso antes

 

 

Tudo o que está acontecendo agora tem como explicação a ideia de “ponto de ruptura” que a Microsoft quer promover com o Windows 11. Uma evolução que marca o início de uma nova fase. Enquanto o Windows 10 existir, ele será uma alternativa para quem optar por permanecer com ele por mais quatro anos.

Depois disso, não tem jeito: ou você muda de computador, ou terá um equipamento totalmente vulnerável para os eventuais problemas que podem aparecer.

Em teoria, a transição do Windows 10 para o Windows 11 deve ser menos traumática do que no passado, onde as mudanças eram mais abruptas. E para aqueles que querem esperar pela indefinição da Microsoft nos requisitos mínimos para o update, pode ter como “prêmio” a compatibilidade dos processadores Intel Core de sexta geração e AMD Ryzen 1000, que ficaram de fora da primeira lista.

Mas falando do passado…

 

 

Não é a primeira vez que a Microsoft acaba impondo especificações técnicas para a atualização do Windows que, por consequência, acaba deixando computadores obsoletos. Um exemplo clássico disso foi a transição para o Windows XP, que obrigou a muitos usuários a realizar alguns upgrades de hardware ou investir em um novo equipamento.

E a explicação neste caso era para que todo mundo esquecesse o desastre que foi o Windows Millennium Edition, uma das piores versões do sistema operacional da Microsoft em sua história. Tudo bem que o software não foi desenvolvido do zero, mas eram tantos elementos novos, que a Microsoft queria que o seu PC fosse mais robusto para obter uma melhor experiência geral.

E isso ajuda a apagar as marcas deixadas por aquela porcaria, mesmo que para isso as marcas na sua fatura de cartão de crédito sejam relativamente profundas.

 

 

Outra versão que deixou muitos computadores obsoletos (mas por outro lado) foi a atualização para o Windows Vista. Porém, neste caso, os computadores ficaram horríveis mesmo. Lentos, cheios de elementos visuais irritantes, e todas aquelas coisas que foram amaldiçoadas pelos usuários.

Não dá para dizer que o Windows 11 já está na boca maldita do povo, pois ele sequer chegou aos computadores dos usuários. Ainda é cedo para reclamar de algo que só os Insiders estão testando neste momento.

Mas aqueles usuários que hoje contam com um notebook com Intel Core de sétima geração já se preparam para gastar um dinheiro desnecessário no cartão de crédito. E para xingar Satya Nadella com todas as forças.

Na torcida para que a Microsoft mude de opinião rapidamente.


Compartilhe