Recentemente eu publiquei um post no TargetHD.net que mostra um iPhone explodindo. É claro que dei uma certa provocada nos fãs da Apple, pois afirmei que não é só os dispositivos da Samsung que explodem. Mas deixo claro que o evento ocorrido com o iPhone foi bem diferente daqueles que envolveram o Galaxy Note 7 (que ainda considero um grande fiasco).

A chinesa deixou o iPhone no painel do carro, em dia de sol forte, em pleno verão. Entendo que é bizarro tem um smartphone explodindo “do nada” dentro do seu carro (ninguém acha isso tão legal assim, por mais legal que possa parecer). Porém, a moça chinesa forçou a barra, e isso poderia acontecer com um iPhone ou com qualquer dispositivo eletrônico nas mesmas condições.

Em boa parte das situações (escrevo isso sem ter bases estatísticas, e só por isso não digo que é a maioria), um smartphone explode ou pega fogo por conta de mau uso por parte do usuário, especialmente no uso de baterias alternativas (foi o caso da protagonista chinesa) e no mau uso de carregadores.

Sempre deixo a recomendação que você utilize acessórios e itens originais com os seus dispositivos eletrônicos. Nem sempre a gambiarra é uma arte, e adaptações ou improvisações podem ser perigosas para muita gente. Não são poucos os casos de usuários que acabaram se ferindo com um comportamento anormal do smartphone, e em boa parte desses casos, os incidentes foram produzidos pelo mau uso do dispositivo e de seus acessórios.

Pensa no seu smartphone como um investimento, onde as chances do “barato sair caro” aumentam consideravelmente. Ora, se você paga caro no dispositivo, por que você quer acreditar que acessórios alternativos podem fazer você amortizar o valor gasto? Pense que você não gastou dinheiro na hora da compra, mas que fez um investimento em você mesmo.

E continue investindo nos acessórios e itens opcionais.

E… sim… não acontece apenas com os smartphones da Samsung. Pode acontecer com qualquer um. Houve um tempo que pipocavam (sem trocadilhos) unidades do Moto G4 com comportamento semelhante.

Logo, com o iPhone não é diferente.

Fica a dica: seu smartphone odeia ser mal tratado, e pode se vingar de você se o seu comportamento com ele for de um desleixado.