Início » Variedades » Roubaram meu patinete elétrico, mas como eu escondi dois AirTags nele…

Roubaram meu patinete elétrico, mas como eu escondi dois AirTags nele…

Compartilhe

Era uma vez Dan Guido, um especialista de segurança, que teve o seu patinete elétrico da Ninebot roubado. Ele poderia ter entrado em um prejuízo de aproximadamente US$ 800, mas não o chamam de “especialista” à toa.

Como Dan escondeu dois AirTags no patinete, ele conseguiu localizar o veículo e recuperá-lo, mostrando uma utilidade singular para os pequenos dispositivos da Apple.

 

 

 

Dois AirTags são melhores que apenas um

Nosso protagonista prendeu o patinete em algemas, mas aparentemente se esqueceu de pender algumas delas no veículo. Quando ele voltou do jantar, constatou que o veículo não estava mais lá.

 

 

Mas o rapaz não se desesperou, já que tinha escondido dois AirTags no patinete. Na verdade, ele escondeu um só, já o primeiro estava bem visível na roda do veículo. O segundo ficou oculto nos raios da outra roda, coberto por uma fita isolante.

Ele localizou o veículo em pouco tempo, mas encontrou um problema inesperado: a ignorância da polícia de Nova York que, pouco acostumada com a tecnologia das AirTags, se recusou a vasculhar a região perguntando pelo patinete.

Guido então seguiu viagem para Las Vegas para atender a outro compromisso, na esperança que os AirTags não seriam descobertos ao longo dos dias. Quando voltou de viagem, ele novamente procurou a polícia para insistir no pedido de busca pelo veículo no local indicado pelos dispositivos.

Depois que Dan fez uma demonstração para os policiais, mostrando como as AirTags funcionam, ele convenceu que duas autoridades o levassem em uma viatura até o local onde o patinete estava.

 

 

O local em questão era uma loja de bicicletas e scooters elétricos, e tão logo Dan entrou pela porta do estabelecimento, o seu iPhone começou a emitir notificações, informando que ele estava a apenas quatro metros de seu scooter.

Em questão de segundos, o veículo foi localizado, ao lado de outros scooters, todos de segunda mão.

Guido provou que aquele veículo era o seu emparelhando o mesmo com o aplicativo Ninebot instalado em seu smartphone, e a recuperação foi um sucesso. Foi descoberto depois que uma mulher vendeu o veículo para a loja, que não recolheu os dados da vendedora/ladra, que não foi presa.

A história com o final feliz mostra que as Apple AirTags com sua tecnologia UWB (combinada com a enorme popularidade do iPhone nos Estados Unidos) pode efetivamente facilitar a vida daqueles que querem localizar objetos perdidos ou roubados.

Tanto, que os policiais envolvidos no caso reconheceram que não se lembravam da última vez que tinham resolvido um crime de roubo de veículo elétrico com tamanha facilidade.


Compartilhe