samsung galaxy j2 pro topo - Samsung Galaxy J2 Pro: precisamos mesmo de um smartphone 'offline'?

A Samsung lançou o Galaxy J2 Pro, que passaria completamente desapercebido (ou duramente criticado) por ser um caro dispositivo de entrada, mas que possui um diferencial que merece ser discutido com calma: este é um smartphone 100% offline, ou seja, sem qualquer tipo de conectividade à internet, por nenhuma via.

Por que isso?

De acordo com a Samsung, é para tentar remediar o grave problema dos jovens e adolescentes que não se concentram nas salas de aula justamente por causa da existência da internet nos smartphones. Desde a navegação na internet e consumo de vídeos online até (e principalmente) os comunicadores instantâneos.

Faz algum sentido. Sem internet disponível, o jovem nem chega perto do smartphone. Além disso, a Samsung se esforça em oferecer um foco educacional ao produto, colocando dicionários offline e aplicativos dedicados aos estudos.

Mas… até quando o placebo é válido?

O Chrome OS depende da internet para ser funcional e, mesmo assim, é um sucesso nas escolas. São ferramentas poderosas para o ensino aliada à conectividade.

Não seria mais simples se as instituições de ensino investissem em recursos para impedir que os alunos acessem a determinados sites dentro de suas dependências?

 

samsung galaxy j2 pro - Samsung Galaxy J2 Pro: precisamos mesmo de um smartphone 'offline'?

 

Sem falar que o Galaxy J2 Pro é relativamente caro (185 euros) para um produto da sua categoria. Várias outras alternativas mais viáveis estão disponíveis custando menos e oferecendo a tal conexão à internet.

É de se pensar.

Esse smartphone pode funcionar bem na Coreia do Sul, explorando uma alternativa que não deve existir por lá. Mas em outros mercados, não deve fazer sucesso algum.

Aliás, questiono se realmente precisávamos de um smartphone assim.