Estou um pouco atrasado nos meus pitacos, mas… vamos lá.

A Samsung lançou três novos smartphones da série Galaxy J, e o único que vale mesmo o destaque da minha parte é o Galaxy J8, o mais completo da turma.

Por que isso?

Porque se marca por trazer a tela Infinity Display para os smartphones de entrada da empresa. Algo muito importante para reforçar o sucesso dessa família no mercado (ou pelo menos olhando para o mercado brasileiro).

A série Galaxy J é bem popular por aqui (apesar do meu pai odiar o Galaxy J7 Prime dele… eu já comentei isso em vídeo), com elevados volumes de vendas. E o que a Samsung decidiu fazer com o Galaxy J8 é oferecer um pouco do que ela tem de melhor para essa família de entrada.

A tela infinita é a principal novidade. Os modelos de entrada recebendo esse diferencial de design significa uma melhoria considerável de design e construção desses modelos. É a Samsung agregando valor aos seus modelos mais econômicos, pensando exclusivamente nas vendas.

Outro ponto positivo do Galaxy J8 é a sua câmera dupla traseira na vertical de qualidade, com boa abertura e boa resolução.

Os sensores dual vieram para ficar no mundo dos smartphones, e que se torna cada vez mais presente nos modelos mais acessíveis.

Sem falar no hardware relativamente equilibrado, onde apesar de receber um processador mais fraco que os demais (Snapdragon 450), em compensação conta com 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento. Números mais dignos para oferecer uma boa experiência de uso.

Dá para se animar com o Galaxy J8. Sei que tem muita gente que não pode pagar os valores elevados do Galaxy S9 que já está de olho nesse modelo, que deve chegar ao Brasil em algum momento no futuro.

Tem tudo para ser um campeão de vendas por aqui. Especialmente se o preço for realmente competitivo.